Programa de FURNAS recupera 400 nascentes em Minas Gerais

Data: 23/03/2018
Area: Água
Autor:
Categoria: Água

Atenta à crise hídrica que impacta de forma severa os reservatórios hidrelétricos brasileiros, FURNAS – uma das maiores empresas de geração e transmissão de energia elétrica do país – desenvolve em parceria com os municípios que circundam a represa da Usina de Furnas (MG), conhecida como Mar de Minas por sua extensão e volume d’água, um programa de recuperação da mata ciliar em torno de 400 nascentes na Área de Influência Direta do lago.

O projeto Nascentes de Furnas foi iniciado em dezembro de 2017 e vai reflorestar até o final deste ano 50,4 hectares, área correspondente a cerca de 70 campos de futebol, em 40 municípios. As mudas a serem plantadas são de espécies naturais da região, cultivadas no próprio Horto Florestal da Usina de Furnas.

O plantio fica por conta da empresa, enquanto a manutenção será de responsabilidade de cada proprietário rural. Por conta da parceria com a Associação dos Municípios do Lago de Furnas (Alago), caberá às prefeituras identificar as nascentes de forma georreferenciada e cadastrar os produtores rurais interessados em participar do programa.

Dessa forma, pretendemos aumentar o aporte hídrico ao reservatória da hidrelétrica e incrementar a vazão disponível para captação nas nascentes, reduzindo o risco de escassez de água nos municípios.

Somando forças com o poder público e a sociedade civil, FURNAS busca mais uma vez assegurar a sustentabilidade nas localidades em que atua e conscientizar a população quanto aos benefícios da conservação ambiental.

 

 



Ricardo Medeiros

Informações do Autor

Ricardo Medeiros

É presidente de Furnas Centrais Elétricas. Graduado em Engenharia Elétrica (Unicamp), tem MBA em Competência Estratégica (FGV-RJ) e Gestão Empresaria (Univ. Cândido Mendes-RJ) e é mestre em Direito (Unesp).