Reúso da água: saiba como essa prática pode ajudar sua empresa

Data: 27/03/2018
Area: Água
Autor:
Categoria: Água

Dos mais importantes recursos naturais, essenciais para a sociedade e para os processos produtivos, a água sempre foi tratada com relativa noção de abundância no Brasil. As recentes crises de abastecimento, no Brasil e no mundo, estão levando a sociedade a compreender que a gestão da água se tornou uma prioridade global. As questões relacionadas ao risco hídrico, gestão de perdas, reutilização de água e novas tecnologias para mitigação desses riscos são temas cada vez mais recorrente entre as empresas que buscam maior eficiência em seus processos.  Neste texto vamos focar no reúso da água e como essa prática poderá ajudar a sua empresa a ser mais eficiente na gestão desse importante recurso.

O que é o reúso da água?

Embora amplamente discutido atualmente, o conceito de reúso é bem antigo e remete da própria existência do ciclo natural da água, que normalmente considera a captação, utilização e descarte A água, porém, possui um mecanismo natural de circulação que a torna reutilizável várias vezes e para diversos fins. Partindo desse conceito, podemos definir reúso da água como o uso de efluentes tratados para fins benéficos, tais como irrigação, uso industrial e fins urbanos não potáveis. Ou seja, antes de descartar a água, aproveitá-la ao máximo, utilizando técnicas eficientes de tratamento, para que a mesma água possa ser reutilizada várias vezes.

Motivos para o reúso da água

Segundo o autor Takashi Asano, os motivos o reúso da água podem ser:

  • Reduzir a poluição nos cursos d’água,
  • Promover, à longo prazo, uma fonte confiável de abastecimento de água,
  • Gerenciamento da demanda de água nos períodos de seca.

Além disso, podemos acrescentar a lista de benefícios que vão vai desde a economia de água à contenção de recursos financeiros que a empresa poderá ter com a implementação dessas práticas. Alguns processos industriais podem atingir a capacidade de 97% de reúso da água.

Onde o reúso da água é mais indicado?

Desde o uso individual até o mais elevado nível de decisão empresarial, o reúso deve ser considerado em todos os ambientes. Em casa podemos reutilizar água descartada pela máquina de lavar roupas em vasos sanitários, ou mesmo para lavar quintal ou calçadas. Além disso, muitas cidades e prédios já utilizam água de reúso para a limpeza de ruas, áreas e em descargas de vasos sanitários. Mesmo sendo uma prática utilizada no nosso dia a dia reúso da água pode ser adotado nos mais diversos tipos de empresas, desde que haja uma avaliação especial caso a caso para a implementação desse processo. Confira algumas opções de atividades que consomem bastante água e podem utilizar água de reúso:

  • Refrigeração
  • Alimentação de Caldeiras
  • Água de processo
  • Construção pesada
  • Irrigação de áreas verdes
  • Lavagem de pisos e peças

A Água de reúso não precisa ser utilizada apenas nesses processos citados, mas também em qualquer atividade, desde que as características da água atendam aos requisitos de qualidade exigidos para aplicação do processo que se pretende.

O que eu preciso fazer antes de implantar técnicas de reúso?

Antes da implantação do reúso é necessária uma avaliação do potencial dessa prática para sua empresa. Essa avaliação levará em conta:

  1. Qualidade da água disponível para captação,
  2. O efluente gerado,
  3. As aplicações pretendidas.

A partir dessas informações será possível fazer um balanço material, sendo imprescindível ter os dados sobre a qualidade e quantidade de água captada, e do efluente lançado para o meio ambiente. Será possível, então, determinar o volume de água perdido e incorporado aos produtos e quantidade de substâncias químicas adicionadas à água durante a sua utilização.

Quais as tecnologias disponíveis para o reúso da água?

No estudo do CEBDS Eficiência no Uso Racional da Água identificamos 14 tecnologias poupadoras de água com potencial de mercado de R$ 49 bilhões. A economia gerada por essas tecnologias pode chegar a 19% do volume de água consumido pela indústria e 3% do volume consumido pela agricultura. Dentre as tecnologias apontadas, seis podem ter aplicação para o reúso da água:

  • Esgoto para Aquicultura,
  • Evaporação por Concentração de Vinhaça,
  • Zonas Úmidas Artificiais,
  • Ultra Filtração,
  • Osmose Reversa,
  • Destilação Térmica.

Conheça casos de empresas que fazem o reúso em seus processos:

Braskem

O projeto Aquapolo foi criado em 2010 pela Odebrecht Ambiental em parceria com a SABESP (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo). É o maior empreendimento para a produção de água de reúso industrial na América do Sul e o quinto maior do planeta. Com tecnologia de ponta aplicada ao tratamento de efluentes, a iniciativa inclui uma estação de produção de água de reúso, uma adutora, e extensa rede de distribuição. Cerca de 65% da água produzida ali, ou 650 litros por segundo, segue para o Polo Petroquímico da Região do ABC Paulista. Isso equivale ao abastecimento de uma cidade de 500 mil habitantes. Em São Paulo, o índice de reúso médio das plantas do ABC, Paulínia e Cubatão é de 87% – só no ABC, esse índice de reuso chega a 97%. Entre 2014 e 2016, a Braskem reutilizou 25 milhões de m³ de água de reúso com o Projeto Aquapolo, liberando o consumo de água potável para a região do ABC paulista de um volume equivalente a 10 mil piscinas olímpicas.

Saiba mais: https://www.braskem.com.br/detalhe-noticia/braskem-atinge-o-melhor-indice-de-efluentes-liquidos-de-sua-historia

Nestlé

A Nestlé tem concentrado seus esforços na autossuficiência de suas fábricas. Por meio do reúso da água extraída do leite bovino, a companhia tem conseguido zerar a captação de água nova no meio ambiente.

Um exemplo é a fábrica de cápsulas de café NESCAFÉ Dolce Gusto, em Montes Claros (MG), que utiliza a água da planta industrial vizinha de Leite MOÇA. Outro exemplo é a fábrica de Palmeiras das Missões (RS), que também utiliza água de reúso para resfriar torres, aquecer caldeiras, limpar, ajudar no processo de resfriamento, entre outras necessidades da fábrica.

Com o aproveitamento total ou parcial da água de reúso, 8 fábricas da Nestlé deixaram de extrair da natureza 440 milhões de litros de água no ano!

Saiba mais: http://bit.ly/2oPqdEO  e http://bit.ly/2HeLq1B

Referências:

 



Informações do Autor

CEBDS