Empresas

CPFL Renováveis

Veja todas as Empresas Associadas

A CPFL Renováveis explora oportunidades no mercado brasileiro de geração de energia elétrica a partir de fontes alternativas, por meio do desenvolvimento, construção e operação de um portfólio de usinas de pequeno (até 30 MW) e médio (até 200 MW) porte, tais como pequenas centrais hidroelétricas (PCHs), usinas eólicas, usinas movidas a biomassa (UTE) e usina solar. Atualmente, nosso portfólio de projetos totaliza 5.875 MW, sendo composto por 38 PCHs, 36 parques eólicos, 8 UTEs em operação e 1 parque solar (1.773 MW), 1 PCH (24 MW) e 12 parques eólicos em construção (335,5 MW), além de outros 3.767 MW em preparação e desenvolvimento nas quatro fontes.

Boas Práticas

 

Programa Raízes

Desde a sua concepção, a CPFL Renováveis tem no desenvolvimento sustentável um princípio essencial para a Estratégia de Negócio que está claramente expresso em sua Visão – “Energia é essencial ao bem-estar das pessoas e ao desenvolvimento da sociedade. Nós acreditamos que produzir e utilizar energia de forma sustentável é vital para o futuro da humanidade”, e na sua Missão “Gerar energia a partir de fontes renováveis, em harmonia com o meio ambiente e a sociedade, promovendo o amadurecimento do mercado de energia limpa”.

O Programa Raízes, foi inicialmente lançado com o nome de Programa de Desenvolvimento Socioambiental – PDS. No entanto, a Diretoria de Sustentabilidade da CPFL Renováveis em razão da importância e notoriedade do programa, sentiu a necessidade da criação de uma identidade visual e um nome para o programa que tivesse relacionado aos seus participantes. Neste sentido, a equipe de comunicação da CPFL Energia, responsável pelo gerenciamento da marca CPFL desenvolveu um trabalho, o qual envolveu o estudo de possíveis nomes para o Programa e que contou também como a participação dos colaboradores da CPFL Renováveis e pessoas das comunidades participantes do Programa, as quais puderam votar o nome que lhes era mais agradável.
O nome escolhido para o programa foi “Raízes”, com a conotação de se aprofundar, criar raízes, desenvolver profundamente toda a cadeia e não só a superfície. Além de mostrar um trabalho aprofundado, o nome também remete a responsabilização e a perenidade da CPFL Renováveis, a qual chegou na comunidade para ficar (“responsabilização”). Da mesma maneira, significa o estímulo às pessoas a permanecerem no local e desenvolverem sua região de origem. O Programa Raízes indica que, onde houver empreendimentos, a empresa vai fortalecer as comunidades locais. Este nome remonta às origens, tribos, comunidades e cultura local.
Com uso de uma metodologia participativa, o Programa “Raízes” tem como compromisso primordial o fortalecimento econômico e social das populações locais, apoiando projetos que promovam o desenvolvimento sustentável das comunidades de pequenos agricultores e pescadores familiares que vivem nos municípios localizadas na área de influência dos Parques Eólicos no Estado do Rio Grande do Norte, prioritariamente, nos municípios de São Miguel do Gostoso, Touros, Parazinho e João Câmara. Puderam participar do edital, Instituições Públicas e Privadas Brasileiras sem fins lucrativos e localizadas nos municípios participantes.
As atividades para a elaboração e estruturação do projeto começaram a ser desenvolvidas em Setembro de 2012, quando da contratação da consultoria Etno Socioambiental, nossa parceira no desenvolvimento deste projeto. O Programa tem como prerrogativa o apoio a projetos individuais e coletivos desenvolvidos dentro de 6 linhas financiáveis, quais sejam: Capacitação profissional e formação para cidadania; Fortalecimento institucional; Desenvolvimento Ambiental Sustentável; Apoio as cadeias produtivas; Projetos de infraestrutura coletiva e projetos de promoção cultural, esporte e lazer.
Neste projeto a CPFL Renováveis conta com o apoio de instituições renomadas, com as quais a empresa celebrou convênios de parceria, a exemplo do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC), Secretaria do Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (SETHAS), Fundação José Augusto e Ministério da Cultura.
Como apoio aos desenvolvedores e contribuição para a sustentabilidade dos projetos são ministrados cursos de capacitação sobre Gestão Financeira e orientações para o crédito, Criação de animais (ovinos, caprinos, galinha caipira); Apicultura; Agronegócio; Empreendedorismo; Agentes de Turismo e Artesanato.
A metodologia adotada pelos agentes parceiros e a experiência da empresa de consultoria Etno Socioambiental, contratada da CPFL Renováveis para o acompanhamento dos trabalhos, são fundamentais para a motivação da participação de todos nos cursos, através da apresentação de trabalhos em grupo, leituras das apostilas e acompanhamento de vídeo aulas.

 

A principal fonte de recursos para investimento nos projetos é proveniente do orçamento da Diretoria de Sustentabilidade da CPFL Renováveis. No entanto, articulações estão sendo realizadas no sentido de angariar fundos de outros parceiros financeiros que desejem participar do Programa “Raízes” com objetivo de agregar valor ao programa.
A gestão do programa é realizada pela CPFL Renováveis na forma de uma “Carteira de Financiamento de Projetos”, em parceria com organizações, governo e empresas. A forma de acompanhar a evolução dos projetos e mensurar os resultados, as instituições parceiras devem apresentar relatórios de acompanhamento e prestações de contas, documentos que são encaminhados aos Comitês Municipais e Comissão Interna da CPFL Renováveis.
A inscrição dos projetos seguiu os padrões estabelecidos nos anexos I à IV deste projeto, sendo que a metodologia do programa previu a submissão dos projetos a uma pré-aprovação pelos Comitês Municipais de Análise e Julgamento do Programa “Raízes”, formados por representantes de diversos órgãos e instituições locais. Como missão, os Comitês analisam e julgam os projetos de interesse real da coletividade e aprovam aqueles que atendam às prioridades sociais relevantes e os encaminham para apreciação e apoio financeiro da Comissão Interna da CPFL Renováveis. Através dos comitês procurou-se manter a paridade entre entidades governamentais e organizações da sociedade civil, de forma a permitir o funcionamento de uma ferramenta direta e democrática de apoio às iniciativas oriundas das comunidades locais.

Notícias Relacionadas

‘Investor Roadshow for Brazil’s New Economy’ apresenta potenciais títulos verdes brasileiros a investidores internacionais

07/12/2016
Autoridades públicas, representantes de instituições financeiras e de importantes empresas brasileiras se reúnem em Londres nesta quinta-feira, 8, para o Investor Roadshow for Brazil’s New Economy, promovido pela Climate Bonds Initiative (CBI).

Metas brasileiras divulgadas em NY

30/09/2015
Para CEBDS e empresas, metas brasileiras de redução de gases de efeito estufa são avanço, mas dependem das medidas de implementação para serem efetivas.
Veja todas as noticias