Inovação

10/09/2019

Dessalinização com o uso de energia solar

Dessalinização com o uso de energia solar

A instalação de um sistema de dessalinização movido a energia solar está mudando a realidade dos moradoras da localidade de Kiunga, no Quênia. O equipamento, batizado de BLUdrop (Unidade Básica de Vida, na sigla em inglês), utiliza painéis solares para produzir 50 quilowatts de energia. Além disso, contém seis baterias Tesla Powerwall para atingir 90 quilowatts de armazenamento e um sistema de dessalinização que pode levar água do mar ou água salobra e transformá-la em água potável.

O sistema foi desenvolvido por Hayes Barnard, ex-executivo da SolarCity, empresa que se fundiu com a Tesla em novembro de 2016. Atualmente, Barnard comanda a organização sem fins lucrativos GivePower, voltada para o desenvolvimento de projetos na área de energia.

O projeto Kiunga, lançado no ano passado, pode produzir água acessível para 25 mil pessoas por dia. A máquina custa um total de US $ 500 mil ou US$ 20 por pessoa. O acesso é oferecido por meio de um aplicativo de pagamentos, ao preço de “meio centavo”. Barnard observa que isso é muito menor que o preço da água engarrafada, que pode custar até US $ 1 por litro para marcas premium.

A instalação e a manutenção são relativamente simples. Dois filtros precisam ser substituídos uma vez por mês e dois precisam ser substituídos uma vez por trimestre.

Galeria de Mídias