Notícias

13/12/2018 às 19:14

Guandu: reflorestamento pouparia R$ 156 milhões

Guandu: reflorestamento pouparia R$ 156 milhões

De Aquasfera com informações da EBC

Estudo lançado nesta quinta-feira (13) pela WRI World Resources Institute Brasil revela que o reflorestamento na área da Bacia do Guandu, no Rio de Janeiro, poderia economizar R$ 156 milhões em sistemas de tratamento nos próximos 30 anos. O valor corresponde à diferença entre os R$ 103 milhões necessários para restauração florestal e os R$ 259 milhões estimados em tratamento de água, dragagem e depreciação de equipamentos.

Intitulado “Infraestrutura natural para água no sistema Guandu, Rio de Janeiro”, o estudo observa que, como apenas 17% das terras na região são florestadas, a restauração traria uma nova oportunidade para adequação legal das propriedades rurais. O resultado seria um aumento da competitividade e resiliência aos estabelecimentos agropecuários.

Em entrevista à EBC, o economista Rafael Barbieri, da WRI, disse que os dados preliminares da pesquisa já foram apresentados à Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro, responsável pela gestão da Estação de Guandu.

O trabalho foi realizado em parceria com a Fundação Grupo Boticário e Instituto Bioatlântica, como parte de uma série de estudos que também abrangem o Sistema Cantareira, em São Paulo, e o Sistema Jucú, que abastece a região metropolitana de Vitória, no Espírito Santo.

A íntegra do estudo pode ser baixada aqui.