Identificação de riscos e plano de metas

Ficha Técnica

Empresa

Braskem

Metas:

  • 1

    Ampliar a inserção do tema água na estratégia de negócios.

Descrição geral

Durante a geração da sua Matriz de Materialidade, a Braskem identificou a água como um dos seus 17 principais riscos. Esses riscos foram agrupados em 10 Macro-Objetivos Estratégicos acompanhados pelo board da empresa. Entre eles, o objetivo de eficiência hídrica.

Com base nos resultados da análise para a geração da sua Matriz de Materialidade, a Braskem identificou a água como um dos 17 principais riscos para a empresa. Esses 17 riscos foram agrupados em 10 Macro-Objetivos Estratégicos acompanhados pelo board da empresa, dentre eles o objetivo de eficiência hídrica.

O objetivo é monitorar periodicamente os seus resultados e divulga-los anualmente no Relatório Anual, além de disponibilizar essas informações no site da empresa. O macro-objetivo de eficiência hídrica prevê que a Braskem seja referência na indústria química no uso de água, sendo que atualmente a empresa já tem, em média, um consumo e geração de efluentes seis vezes menor que as indústrias do setor.

A empresa também estabelece metas de consumo e geração de efluentes anuais, baseadas na sua séria histórica, às quais tem atingido índices de cumprimento entre 96% e 100% anualmente. Para o caso do reúso de água, a empresa definiu ainda como metas aumentar gradativamente o percentual de reúso de água, para 25% em 2020; 30% em 2025; e 50% em 2030. Além disso, a Água foi definida como um dos três temas prioritários da recém-lançada Política Global de Desenvolvimentos Sustentável da Braskem, juntamente com Mudanças Climáticas e Pós-Consumo.

O Plano de Adaptação as Mudanças Climática da empresa, construído em parceria com a ERM em 2016 e de extrema importância para a operacionalização dos macro-objetivos, destacou o risco de escassez hídrica como o principal para as operações da empresa e segue como base para mitigar os impactos e iniciar planos de ação.

O risco hídrico afeta quatro bacias onde a Braskem atua, localizadas no Rio de Janeiro, Bahia, Alagoas e São Paulo (Cubatão e Paulínia). Para cada uma dessas bacias foi realizado um estudo de riscos específico, com a empresa Trucost, e calculado um preço interno da água baseado na metodologia DEVESE da FGVces. Essas informações deram origem a Planos de Ações (2017/2018) que levaram ao desenvolvimento de estudos de fontes alternativas de água para neutralizar os riscos nessas bacias.

Para 2018, a Braskem espera tomar as decisões sobre quais fontes alternativas serão utilizadas, de modo a iniciar os processos para, em curto a médio prazo, ter as alternativas em funcionamento neutralizando riscos e impactos.

• Atingir as aspirações propostas na Política Global de Desenvolvimento Sustentável.
• Revalidar o Macro Objetivo de Eficiência Hídrica na renovação da matriz de riscos e materialidade da empresa em 2019.
• Continuar a atingir um alto percentual de cumprimento das metas do Macro Objetivo de Eficiência Hídrica (acima de 90%).
• Aprovar os planos de ações e estratégias para o desenvolvimento dos projetos de fontes alternativas de água para as regiões da Bahia, Rio de Janeiro e Alagoas.

• Monitoramento do percentual cumprido das metas do Macro Objetivo de Eficiência Hídrica.
• Aprovação dos planos de ação para os investimentos em fontes alternativas de água.
• Análise de maturidade das metas propostas na Política Global de Desenvolvimento Sustentável.

Galeria de Mídias