Serviços ambientais de restauro de margens de curso de água

Ficha Técnica

Empresa

Philip Morris Brasil

Metas:

  • 4

    Incentivar projetos compartilhados em prol da água.

Descrição geral

Recuperação das margens de curso de água do Arroio Andreas, na cidade de Vera Cruz (RS). A Philip Morris Brasil faz Pagamento por Serviços Ambientais – PES a agricultores, que recebem um valor anual pela realização do trabalho.

O projeto “Protetor da Águas” começou a partir de um esforço do Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Pardo para restaurar as margens de cursos d´água degradados da principal fonte de abastecimento de água da cidade de Vera Cruz, o Arroio Andreas, região onde a operação da Philip Morris Brasil está situada.

O projeto tem como objetivo realizar a proteção de nascentes e áreas ripárias, buscando o incentivo dos produtores rurais a aderirem às boas práticas de conservação de água e solo e, com isso, remunerá-los. A adesão dos produtores foi voluntária e eles cooperam no decorrer de todo processo.

Os valores pagos aos agricultores que aderiram ao projeto foram calculados com base em critérios técnicos, levando em consideração seus cultivos e o tamanho da área protegida. Com isso, diagnósticos foram elaborados a partir da identificação das nascentes e levantamento de dados de cada propriedade, estabelecendo assim, planos de ação para a proteção e recuperação. Desde sua implementação, houve uma melhora significativa na qualidade da água, com 87% de seu volume considerado próprio para consumo (classes 1 e 2).

A Philip Morris Brasil é responsável pelo Pagamento por Serviços Ambientais – PES, onde os agricultores recebem um valor anual pelo seu trabalho de recuperação das nascentes e margens de cursos d´água.
Atualmente, 63 agricultores estão inscritos no projeto, que foram originalmente identificados pelo Comitê de Bacias Hidrográficas como influenciando diretamente a qualidade da água do Arroio Andreas. Desde a sua implementação, a iniciativa impactou positivamente mais de 18 mil pessoas na área urbana de Vera Cruz, sendo reconhecido pela Agência Nacional das Águas (ANA) como parte do programa nacional Produtor de Água.

O objetivo da Philip Morris Brasil é o de continuar prestando suporte e assistência ao projeto nos próximos anos, acompanhando a evolução de seus resultados, além de identificar outros pontos de degradação na mesma bacia e aplicar metodologia inspirada na iniciativa já implementada para a recuperação destas áreas, engajando novos stakeholders locais.

Manutenção do modelo já existente e expansão do modelo para mais um ponto de degradação a ser identificado na bacia até 2025.

Relatórios anuais de monitoramento da qualidade da água produzidos pela Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC) nas áreas contempladas pelos projetos.