Notícias

22/01/2020

Seca em Pernambuco faz estado entrar em emergência

Seca em Pernambuco faz estado entrar em emergência

Aquasfera, com informações do Diário de Pernambuco

A seca no estado de Pernambuco levou o governador Paulo Câmara a decretar estado de emergência por 180 dias, conforme informações veiculadas pelo Diário de Pernambuco. O decreto com a decisão foi publicado na edição do último dia 18 do Diário Oficial do Estado, e abrange 61 cidades do Agreste.

Com essa iniciativa, os municípios atingidos estão liberados a buscar recursos junto ao governo estadual e federal para diminuir os transtornos causados pela estiagem. A partir da decretação do estado de emergência, cada município pode requerer suporte como a vinda de carros-pipa, materiais e recursos financeiros.

“A falta d’água é algo muito comum nessa área. O Agreste é a região com mais dificuldade nisso. Muitos pensam que é o Sertão, mas por lá tem o Rio São Francisco”, disse ao Diário de Pernambuco o chefe da Casa Militar de Pernambuco, coronel Carlos José Viana.

Municípios atingidos pela seca

Agrestina, Águas Belas, Alagoinha, Altinho, Angelim, Belo Jardim, Bezerros, Bom Conselho, Bom Jardim, Brejão, Brejo da Madre de Deus, Buíque, Cachoerinha, Caetés, Calçados, Canhotinho, Capoeiras, Casinhas, Cumaru, Cupira, Feira Nova, Frei Miguelinho, Garanhuns, Gravatá, Iati, Ibirajuba, Itaíba, Jataúba, João Alfredo, Jucati, Jupi. Jurema, Lagoa do Ouro, Lajedo, Limoeiro, Orobó, Paranatama, Passira, Pesqueira, Pedra, Poção, Riacho das Almas, Sairé, Saloá, Sanharó, Santa Cruz do Capibaribe, Santa Maria so Cambucá, São Bento do Una, São Caetano, São João, São Joaquim do Monte, São Vicente Férrer, Surubim, Tacaimbó, Taquaritinga do Norte, Terezinha, Toritama, Tupanatinga, Venturosa, Vertente do Lério e Vertentes.