Entenda a importância de práticas de avaliação do impacto social nos negócios

Data: 05/09/2016
Autor:
Blog Post sobre importância da avaliação do impacto social


A avaliação do impacto social da sua empresa é crucial para a criação de uma política sustentável. O desenvolvimento sustentável consiste em considerar os pilares social, ambiental e econômico simultaneamente e sob a mesma escala de importância.

Para que esse conceito seja aplicado de forma eficaz, não basta compreender apenas a perspectiva de produção da sua companhia. Os stakeholders são essenciais para um entendimento pleno do que cada prática adotada pelo seu negócio pode impactar a sociedade, o meio ambiente e a economia. Eles enxergam outras perspectivas em relação às operações da sua empresa. O termo stakeholder engloba as “partes interessadas” que seu negócio pode ter. Em outras palavras, indivíduos ou coletivos que são afetados direta ou indiretamente pelo seu empreendimento.

Nesse post vamos explicar em quais frentes as práticas de avaliação do impacto social podem otimizar a gestão do seu negócio! Confira:

Garantir que os impactos sejam positivos

Uma empresa pode impactar a sociedade de forma positiva ou negativa. O sucesso do empreendimento pode aumentar a oferta de empregos e atrair investimentos. Inicia-se, então, um período de crescimento econômico. Por outro lado, as operações podem prejudicar a qualidade de vida da comunidade e enfraquecer o comércio local. Nesse caso, uma era pouco próspera se desenha. Em ambos os cenários nota-se que os impactos sociais causados por uma companhia não se restringem à questão econômica. Toda a engrenagem social é afetada.

Por exemplo, a chegada de uma nova fábrica a uma zona rural pode impactar no trabalho e na qualidade de vida dos moradores, no meio ambiente, bem como nos sistemas econômico e educativo locais. Os profissionais podem ter de trocar de trabalho. A utilização de recursos naturais e os resíduos gerados possivelmente modificarão a natureza e a qualidade de vida. Mais investimentos do tipo fabril poderão ser atraídos. O ensino profissionalizante voltado ao setor da fábrica provavelmente será estimulado. Enfim, há uma reação em cadeia, desatada pela operação do empreendimento no local. O impacto é inevitável.

O que sua empresa pode fazer é trabalhar ao lado dos stakeholders para garantir que ocorram muito mais transformações positivas do que negativas e para que eventuais efeitos prejudiciais a todas as partes sejam evitados e/ou minimizados.

Propiciar desenvolvimento sustentável na sua empresa

O grupo de stakeholders inclui desde colaboradores e acionistas da empresa até lideranças da comunidade de seu entorno. A sua empresa só pode crescer sustentavelmente se conseguir equilibrar suas necessidades e as demandas desses stakeholders.

Você é capaz de ver com clareza o funcionamento interno das operações, os indicadores de desempenho e do que precisa para atingir melhores resultados. Do outro lado, eles têm uma percepção complementar das consequências das operações da sua empresa, dos efeitos colaterais da sua gestão.

Dialogar com essas partes interessadas lhe garante uma visão panorâmica para criação de uma estratégia de crescimento sustentável da sua companhia. Você consegue construir um plano de objetivos comuns a todos os interessados e prevenir possíveis reflexos nocivos da operação em termos políticos, econômicos e sociais.

Dimensionar os limites de atuação da empresa para o público

A avaliação do impacto social permite que você compreenda de forma aprofundada até onde vai a responsabilidade da sua empresa dentro da sociedade. Ter essa noção é especialmente importante para se resguardar de expectativas exageradas por parte dos stakeholders.

Não é muito difícil encontrar no dia a dia percepções equivocadas quanto à responsabilidade social e política de uma grande empresa. A falta de transparência e de um dimensionamento claro das capacidades da companhia quanto a essas questões é um dos ingredientes que alimentam esse tipo de pensamento.

Uma empresa ser valiosa em uma região em crescimento não incorre obrigatoriamente que ela deva se responsabilizar integralmente por impactos alheios à sua operação. Tampouco que, caso seja agente do efeito, tenha de tomar medidas desproporcionais ao tamanho do impacto causado. Para gestores, empresários, lideranças e estudiosos do mercado essa conclusão parece óbvia.

Contudo, essa lógica só ficará clara para todas as partes interessadas se você fizer uma avaliação do impacto social dos seus negócios e compartilhá-la com os stakeholders. É a forma mais simples para que possamos entender o limite da repercussão das operações das empresas na sociedade.

Conhecer melhor seus clientes

Os clientes também são seus stakeholders. Uma boa comunicação com eles pode gerar excelentes resultados para sua empresa. Identificar os valores que são importantes para os consumidores, em termos de operação, cultura e produto, é fundamental para que você atenda suas demandas de forma certeira.

Essa tática também reduz drasticamente as chances da sua empresa propor medidas ou adotar práticas que desagradem as partes interessadas. Você poderá saber de antemão as ideias e metodologias que são rejeitadas por eles.

O resultado é que seu negócio ganha apoiadores conscientes e oportunidades de geração de valor compartilhado. Todos saem ganhando, inclusive sua empresa. As melhorias sociais e econômicas alicerçam um cenário propício ao crescimento de outras empresas e iniciativas complementares ao trabalho desenvolvido pela sua companhia. É o caso do ensino profissionalizante e posterior fornecimento de mão-de-obra qualificada, por exemplo.

Reduzir os riscos de danos à imagem

Avaliar os impactos sociais e dialogar continuamente com os stakeholders lhe dará subsídios para construir uma estratégia sustentável economicamente. Para fortalecer essa impressão e não deixar brechas é preciso alinhar os procedimentos em toda sua cadeia produtiva. Isso quer dizer incluir fornecedores e eventuais distribuidores na sua avaliação de impactos sociais e incentivá-los a adotar essa prática sustentável.

O nome da sua empresa estará mais bem protegido e menos suscetível a problemas de reputação relacionados ao desrespeito às leis trabalhistas e aos direitos humanos, por exemplo.

Esses são os 5 pontos principais que podem ser otimizados a partir de uma avaliação do impacto social do seu negócio. Se você quiser se aprofundar ainda mais no tema, baixe nosso e-Book Gestão Empresarial do Impacto Social, veja exemplos práticos de aplicação da avaliação e seja um expert no assunto!

E-Book sobre Impacto Social do CEBDS