Climate Week terá diversas atividades realizadas pelo CEBDS

Data: 07/08/2019
Autor:

De 19 a 23 de agosto, Salvador é o foco das discussões sobre a implementação do Acordo de Paris e o combate às mudanças climáticas com a Latin America and Caribbean Climate Week (LACCW). O Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), empresas associadas e parceiros desenvolveram uma programação intensa que demonstra o protagonismo do setor na transição para uma economia de baixo carbono.

É imprescindível que todo interessado em participar da programação esteja inscrito na conferência da Latin American and Caribbean Climate Week no site https://reg.unog.ch/event/29406/.

O CEBDS junto ao World Business Council For Sustainable Development (WBCSD) será um dos apoiadores oficiais do bloco temático de Transição Energética, sob coordenação da IRENA. A programação deste e outros blocos temáticos podem ser consultados aqui e ocorrerão na quarta-feira 21 de agosto de 2019.

Além disso, o CEBDS irá realizar o Workshop “Article 6 Business Dialogue” em parceria com a IETA – International Emissions Trading Association no dia 19 de agosto de 2019. O evento reunirá diversos atores dentre líderes empresarias, autoridades governamentais e parceiros. E, na parte da tarde,num momento fechado, construirá junto com as empresas um posicionamento do setor privado sobre o Artigo 6 do Acordo de Paris.

“Realizada todos os anos na África, América Latina e Caribe e Ásia-Pacífico, as Semanas Regionais do Clima são plataformas colaborativas para entidades governamentais e não governamentais abordarem a amplitude das questões climáticas sob uma estrutura única”. (ONU) 

Durante os dias de evento, o debate se centrará em temas como finanças climáticas, transportes sustentáveis, crédito de carbono, e outras oportunidades de ação climática para as cidades. Nos dois primeiros dias (19 e 20), o evento será fechado. Nos dias 21, 22 e 23, está prevista a participação de autoridades e as atividades serão abertas ao público.

A agenda do evento está disponível online e as inscrições são gratuitas. A última edição latino-americana da Climate Week, realizada em 2018, em Montevidéu, capital do Uruguai, reuniu mais de 600 participantes de 67 países. 

 

Confira a programação

 

Segunda-feira, 19 de agosto

8h30 às 17h – Workshop Art 6 – Business Dialogue on Article 6 – Sala SGD 8

A primeira sessão ocorrerá das 9h às 13h30 e será aberta ao público presente. A segunda sessão ocorrerá de 14h30 às 18h00 e será fechada apenas para membros do CEBDS e IETA. O evento será em inglês, com tradução a ser confirmada.

13h30 às 14h30 – Painel Precificação de Carbono – Sala SDG 6

Terça-feira, 20 de agosto

12h30 às 13h25 – Painel Ação Climática – Sala SDG 6

 

Além das atividades organizadas pelo CEBDS, o Conselho participará de debates organizados por outros parceiros.

Terça-feira, 20 de agosto

13h às 14h – Session 3: Communicating Carbon Pricing: Sparking Broad & Durable Stakeholder Support – Participação Marina Grossi

Quarta-feira, 21 de agosto

13h30 às 15h55 – Infrastructure, Cities and Global Action (Transport) – Sala SDG 1 – Participação Marina Grossi

 19h – Jantar IEC – Local a definir

Organização: Iniciativa Empresarial em Clima (IEC)

 

No bloco temático de Transição Energética, o CEBDS e o WBCSD são apoiadores oficiais.

Quarta-feira, 21 de agosto

16h15 às 17h30 – Descarbonização do sistema de energia na América Latina e Caribe – Sala SDG 1

17h30 às 18h30 – Sessão 2: Financiando a transição energética na América Latina e no Caribe – Sala SDG 1

 

Climate Week antecede a COP-25

 

A ONU irá realizar a 25ª Conferência do Clima (COP25) em Santiago, no Chile, entre 2 e 13 de dezembro. A conferência será presidida pela ministra do Meio Ambiente do Chile, Carolina Schmidt. 

A Conferência do Clima da ONU discute mudanças climáticas e como as nações podem trabalhar para melhorar as condições do clima, em especial no trabalho para a redução dos gases de efeito estufa. Segundo relatório da ONU Meio Ambiente  divulgado poucos dias antes da COP 24 em 2018, para alcançar os objetivos do Acordo de Paris até 2030, os países do G20 devem triplicar seus esforços no controle das emissões de gases do efeito estufa.

Ainda de acordo com o documento, apesar de os países não estarem no caminho para cumprir as promessas climáticas, ainda é possível alcançar a meta para limitar o aumento de temperatura a 2° C ou 1,5 ° C. Para isso, precisam implementar políticas adicionais para reduzir ainda mais suas emissões de gases de efeito estufa.