Corais brasileiros no mapa das espécies ameaçadas

Data: 29/10/2019
Autor:

No verão 2018-2019, o El Niño provocou a elevação da temperatura da água em até 2°C, o que afetou os corais em grande escala por diferentes pontos da costa brasileira. As primeiras análises do projeto Coral Vivo apontam que os efeitos do fenômeno foram tão intensos que colocam, pela primeira vez, o Brasil entre as regiões mais afetadas pelo aquecimento global no que se refere a esse ecossistema.

A espécie mais afetada, de acordo com dados da pesquisa, foi a coral-de-fogo, que alcançou mortalidade de 90%. Até então pensava-se que esse tipo era um dos mais protegidos pois se beneficiam das águas turvas, que minimizam a radiação solar. “Mesmo no caso da espécie coral-de-fogo, cujo crescimento rápido favorece seu processo de recuperação, percebemos que existe um risco maior para a biodiversidade dos recifes da região”< aponta Carlos Henrique, pesquisador do Projeto Coral Vivo.

Saiba mais: https://projetocolabora.com.br/ods14/corais-brasileiros-entram-no-mapa-das-especies-ameacadas/