Prêmio Liderança Feminina reconhecerá trabalho com os ODS

Data: 15/07/2019
Autor:

O Prêmio Liderança Feminina realizado pelo Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) está em sua terceira edição. O objetivo é reconhecer e valorizar as mulheres que estão trabalhando para colocar em prática os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU em suas empresas.

Neste link é possível fazer a indicações de nomes para concorrerem ao prêmio e baixar o edital completo.

Nesta terceira edição do prêmio, o CEBDS acrescenta uma nova categoria que premiará projetos sociais voltados para empoderamento e capacitação de mulheres para liderança. Todos os projetos sociais inscritos que cumprirem as exigências do edital serão apresentados às empresas associadas e poderão ser “adotados” por um período de 12 meses.

“Esse Prêmio é uma oportunidade fundamental para reconhecer as muitas mulheres líderes que trabalham pelo avanço dos ODS junto às empresas associadas ao CEBDS. Encorajamos toda empresa membro do CEBDS a indicar uma candidata”, afirma a presidente do CEBDS, Marina Grossi.

A presidente do CEBDS também acrescenta que o Prêmio é uma forma de ampliar o alcance do ODS 5, que tem como meta alcançar a igualdade de gênero e capacitar todas as mulheres e meninas até 2030.

 

Vencedoras destacam papel das empresas

Solange Ribeiro, uma das vencedoras da edição passada na categoria Empresa Associada, pela Neoenergia, avalia que é por meio de ações sustentáveis e inovadoras que a empresa contribui para o progresso de diversas cidades e o acesso de energia para milhares de pessoas. Segundo ela, a Neoenergia investe em ações de energia renovável, na preservação da biodiversidade, no combate às mudanças climáticas e na conscientização do uso seguro e eficiente da energia elétrica.

Beatriz Ribeiro, da Ambev, que também venceu na categoria Empresa Associada no ano passado, corrobora o posicionamento de Solange Ribeiro. “Não paramos de buscar soluções e iniciativas que nos colocam em um caminho para um futuro sustentável para essas e para as próximas gerações”.

Roberta Carneiro, da Siemens, outra vencedora da categoria Empresa Associada em 2018, avalia que as lideranças empresariais cumprem um papel de extrema importância na propagação de ações para um desenvolvimento sustentável. “Isso acontece com o incentivo de hábitos saudáveis, com programas de promoção de saúde e projetos de meio ambiente, que trouxeram a redução de mais de 38% na emissão de gases de efeito estufa.  Sei que a caminhada é longa, mas o que eu quero é poder inspirar as pessoas, para que estejam juntos nessa jornada”.

Heliana Kátia, presidente do Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal e vencedora na categoria voto popular no ano passado, compartilhou seu prêmio com os catadores e com as pessoas que militam para erradicar a tragédia humana e ambiental dos lixões, além das demais mulheres que foram indicadas para a premiação.

Inscrições abertas até 20 de julho

As demais categorias desta edição são as mesmas dos anos anteriores: Empresas Associadas, que premiará três executivas; Iniciativa Novas Líderes, que premiará duas empresas que desenvolvam iniciativas para capacitar e formar novas lideranças femininas; e Categoria Voto Popular, que reconhecerá uma liderança feminina espontaneamente nomeada pelo público, incluindo representantes do setor privado, terceiro setor ou do governo.

As indicações poderão ser feitas até o dia 20 de julho e os vencedores serão conhecidos durante o Seminário CEBDS – Visão 2050: O Futuro é Feito Agora – que acontece em São Paulo no dia 05 de setembro.