Rumo ao desenvolvimento sustentável: Programa Crescer da Anglo American fortalece jovens e empreendedores rurais

Data: 08/08/2017
Autor:

Desde sua implantação, em 2013, o Crescer já beneficiou 242 empreendedores rurais e urbanos de Alvorada de Minas, Conceição do Mato Dentro, Dom Joaquim e Serro, em Minas Gerais. Em pouco mais de três anos de atividade, a iniciativa ofereceu capacitações e assessorias presenciais para auxiliar os participantes a aprimorar os processos de seus negócios e a acessar oportunidades de investimento e fontes de financiamento de baixo custo. Como resultado, houve mobilização de R$ 1 milhão em financiamentos e crédito e um aumento de 14% no nível de maturidade dos empreendimentos participantes – medido a partir da avaliação de parâmetros como estratégia, finanças, operações, marketing e gestão de pessoas.

Em 2017, entramos em uma nova fase do Programa, em parceria com a Technoserve e com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Vamos beneficiar diretamente cerca de 1.300 pessoas, entre produtores de leite e queijo, horticultores, apicultores, empresários do ramo do turismo, servidores públicos, além de jovens moradores de áreas rurais.

A Anglo American trabalha diretamente com 7 ODS

Nas linhas a seguir, você confere como os próximos três anos da iniciativa, com esforços nas mais diferentes frentes, se relacionam diretamente com nada menos do que sete dos 17 ODS:  Erradicação da Pobreza (ODS 1), Fome Zero (ODS 2), Emprego Digno e Crescimento Econômico (ODS 8), Redução das Desigualdades (ODS 10), Consumo e Produção Responsáveis (ODS 12), Ação Contra a Mudança Global do Clima (ODS 13) e Vida Sobre a Terra (ODS 15).

São ações que contribuem para reduzir a proporção de pessoas que vivem na pobreza, aumentam a atividade agrícola e a renda de pequenos produtores, promovem o desenvolvimento sustentável da renda da população mais pobre e iniciativas para o empreendedorismo e empregabilidade para jovens. Não obstante, o Programa também estimulará práticas de compras públicas e turismo sustentáveis. No tocante à preservação do meio ambiente, as atividades contemplam uma abordagem que incentiva a gestão eficaz, a adoção das melhores práticas de resiliência para lidar com as mudanças climáticas e a conservação, recuperação e uso sustentável de ecossistemas terrestres e de água doce. Até 2019, os participantes serão beneficiados com novas práticas técnicas e gerenciais, através dos treinamentos e capacitações.

Novos rumos para o Crescer

Para os empreendedores rurais, o foco é o desenvolvimento dos negócios com base em diagnósticos e por meio de capacitações e assessorias técnicas. Já para os jovens que moram nas áreas rurais, a proposta contempla capacitações e atividades sobre temas como empreendedorismo e preparação para o mercado de trabalho. Até 2019, a expectativa é que 1.057 jovens rurais participem das atividades do Programa.

Além disso, o Programa também contempla o envolvimento do poder público, com o incentivo à adoção da Lei Geral, que regulamenta o tratamento favorecido, simplificado e diferenciado para micro e pequena empresas e microempreendedores individuais, como estratégia de geração de emprego, distribuição de renda, inclusão social, redução da informalidade e fortalecimento da economia local. Nesta frente de atuação do Crescer, são 21 servidores públicos das Prefeituras de Alvorada de Minas, Conceição do Mato Dentro, Dom Joaquim e Serro diretamente envolvidos. A valorização do produtor local, o monitoramento do nível de efetividade dos benefícios da Lei Geral, o fortalecimento das práticas de desburocratização e a assistência ao microempreendedor individual estão entre as atividades que serão realizadas no Programa.

No campo do turismo, o Crescer elaborou um diagnóstico sobre a atividade na região de Conceição do Mato Dentro e, a partir dele, construiu um plano de trabalho para incentivo ao setor. Cerca de cem empresários do setor, incluindo empresas de transporte, alimentação e hospedagem, estão sendo envolvidos nas atividades do plano de trabalho, que contempla a criação de um roteiro-padrão para o turismo na cidade, que é considerada a Capital Mineira do Ecoturismo.

Como um todo, a nova etapa do Programa também alcançará outras 5.116 pessoas direta e indiretamente, que serão beneficiadas nas atividades extensivas à comunidade e aos familiares dos participantes.

De olho no futuro, as metas do Programa Crescer são ambiciosas. Até 2019, elas visam contribuir para:

– manutenção de 650 postos de trabalho e a criação de, pelo menos, 15 empregos na região;

– aumento de 20% das vendas e uma abertura de novos mercados 50% superior para os produtores rurais.

Para nos inspirarmos para o futuro com a boa experiência que já tivemos, abaixo você confere como o Crescer já mudou a vida de muitos empreendedores na região de Conceição do Mato Dentro.