Como a sustentabilidade pode contribuir com o Share of Mind?

Data: 08/10/2019
Autor:

Mesmo no foco das estratégias de marketing de muitas empresas que seguem um modelo de gestão sustentável, muitos concordam que o consumidor final desconhece as vantagens de adquirir produtos que sigam esses pilares. A importância da equipe de  Marketing para as companhias é fundamental na hora de educar potenciais clientes e clientes. O objetivo é  que a marca e suas ações entre os públicos e mercado sejam melhores posicionadas, o que aumenta o share of mind da empresa também no segmento sustentável.

O Share of Mind mede como as pessoas pensam sobre determinadas marcas em uma categoria de produto, por exemplo, se uma pessoa pensa mais na marca X do que na marca Y na hora de comprar o produto, a marca X conquistou o Share of Mind maior. Já as marcas Top of Mind, são as primeiras a serem lembradas pelo consumidor, muitas vezes essas marcas atingem um status tão forte que se tornam genéricos para suas categorias.  

Como relacionar a Sustentabilidade e o Marketing na sua empresa?

A área de Marketing deve potencializar os ganhos sustentáveis da companhia por meio de benchmarking, que é a observação dos sucessos e fracassos de outras empresas que implementaram ações no segmento sustentável.

  • Pesquise, monitore e agregue valor

 

O Marketing é responsável por criar uma proposta de valor que atenda ao cliente e aos seus stakeholders, que são as partes interessadas na companhia, como fornecedores e governo. Observe como a sustentabilidade pode interessar ao consumidor e análise elementos que compõem o desenvolvimento sustentável nos negócios da empresa, na concorrência e no mercado de forma geral.

 

  • Troque experiências

 

Saiba como outras empresas estão trabalhando, associe-se a entidades setoriais. Divulgue suas iniciativas e participe de seminários, congressos, workshops e eventos que debatam dificuldades e avanços da sustentabilidade. Essas experiências contribuem para as avanços em práticas sustentáveis e o desenvolvimento sustentável.

 

  • Segmente seus produtos

 

O Marketing é o responsável por classificar e reavaliar os produtos segundo parâmetros de sustentabilidade e posicionamento de mercado. Observe a possibilidade de desconsiderar produtos não sustentáveis em seus portfólio, tais como itens com baixa eficiência energética ou não biodegradáveis, ou mesmo lançar uma linha voltada para outro segmento.

 

  • Converse com os stakeholders 

 

O Marketing deve tentar unir governo, empresa e sociedade, promovendo a comunicação entre os setores. O departamento deve aproveitar ações de repercussão nacional e internacional, elucidando quanto à importância da sustentabilidade para engajar o consumidor e outras empresas.

 

  • A Marca

 

A sustentabilidade deve ser entendida pelo setor de Marketing de forma centrada no consumidor e no mercado, que acompanha e “controla” tudo por meio das novas tecnologias. Fique atento ao entendimento desse público sobre sua marca. Faça pesquisa, aperfeiçoe seus canais de relacionamento, seja transparente e monitore se suas práticas e mensagens estão sendo corretamente atendidas.

É importante entender que existem vários níveis de consumidores. Há os que desejam seus produtos e aqueles que respeitam sua marca, estes podem ser simples prospects ou mesmo ser candidatos em potencial para sua empresa, levando seus valores para fora das paredes da corporação. 

 

  • Muito cuidado com o Greenwashing

 

O greenwashing é a ação que empresas realizam para “maquiar” os seus produtos e tentar transmitir a ideia de que eles são ecoeficientes, ambientalmente corretos, e contam com processos sustentáveis. Tenha rigor ao escolher informações que serão divulgadas e atente para o uso de linguagem simplista, dúbia e que leve a entendimentos que supervalorizam ações mesmo que comunicando a verdade. Não use termos que possam ser interpretados de forma errada pelo público, tentando beneficiar-se. Não minta: seja claro e objetivo em suas mensagens.

Embalagens

Contribua para que o consumidor conheça o ciclo de vida do produto e da embalagem. Mostre-os oportunidades de ganhos ambientais desde a produção até a logística e final do ciclo de produção.

 

  • Busque por opções sustentáveis de embalagens

 

A embalagem deve ser mais funcional e durável. Trabalhe com o departamento industrial e os profissionais da área para otimizar esse recurso. Insira informações do interesse do consumidor sem precisar enchê-lo de material que depois se transformará em lixo. Busque formas de convencer o departamento quanto à importância de embalagens recicláveis e da importância de selos de sustentabilidade para o mercado.

 

  • Explique a terminologia

 

Enriqueça a experiência do consumidor explicando os termos novos que surgem a cada instante na era da sustentabilidade. Traduza e explique termos em inglês como: ecofriendly, carbon-neutral, low-impact, entre outros. Mais informado, o consumidor terá condições de escolher produtos aderentes ao desenvolvimento sustentável.

Controle

Definir indicadores sustentáveis é o primeiro passo. Os produtos vendidos por sua empresa são de fato sustentáveis? Podem tornar-se mais? A performance ambiental é outro indicador relevante para se avaliar o desenvolvimento sustentável do departamento. Quanto se reduz de energia, de uso de papel? Quantos créditos de carbono poderiam ser gerados? Indicadores vinculados ao meio ambiente também são estruturais para a sustentabilidade.

Elaborar Relatórios de Sustentabilidade e incluir o tema nas avaliações de desempenho e vincular as práticas à política de remunerações variáveis são outras medidas aconselháveis.