Prêmio CEBDS de Liderança Feminina anuncia vencedoras

Data: 08/09/2019
Autor:
Terceira edição do Prêmio CEBDS de Liderança Feminina anuncia vencedoras

As ganhadoras da edição 2019 do Prêmio CEBDS de Liderança Feminina, na categoria Empresas Associadas, foram as executivas Cristiane Lourenço, Gerente de Desenvolvimento Sustentável e Parcerias na cadeia de valor da Bayer Crop Science, Laura Cristina da Fonseca Porto, Diretora de Renováveis da Neoenergia, e Teresa Vernaglia, presidente da BRK Ambiental. Pelo voto popular, Glaucimar Peticov, diretora executiva responsável pelas áreas de Recursos Humanos, Marketing, Ouvidoria e PMO do Banco Bradesco foi a vencedora.

Os projetos Schneider Electric de Desenvolvimento da Liderança Feminina, da Schneider Eletric, e Menina-Mulher, da Alcoa, conquistaram o prêmio na categoria Iniciativa Novas Líderes. Os nomes foram divulgados, durante o encerramento do Seminário CEBDS 2019, no último dia 5, em São Paulo.

Em sua terceira edição, o reconhecimento foi idealizado com o objetivo de impulsionar no Brasil o cumprimento do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável – ODS 5, que visa alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas até 2030. De acordo com a presidente do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), Marina Grossi, a iniciativa é uma oportunidade para reconhecer mulheres líderes de empresas que contribuem para o alcance dos ODS e pessoas e projetos que dedicam esforços a promover a igualdade de gênero.

“Esse é dos grandes desafios da nossa sociedade que deve ser assumido por todos e o CEBDS contribui para fomentar o engajamento de todos neste tema que, além de ser um direito fundamental, é a base necessária para a construção de um mundo pacífico, próspero e sustentável”, destacou Marina.

Com atuação em diferentes setores da economia, as líderes vencedoras têm como ponto em comum estarem sempre de olho no futuro das suas organizações. Para Cristiane Lourenço, da Bayer Crop Science, o prêmio só foi possível pelo trabalho feito em parceria com a equipe e os parceiros que acreditaram que é possível produzir alimentos respeitando o planeta e as pessoas. “Espero que ele inspire as mulheres no Brasil que vêm trabalhando para a transformação dos negócios, em especial dentro de toda a cadeia de produção de alimentos e na agricultura áreas nas quais cada vez mais a liderança feminina ganha voz”, diz Cristiane.

O saneamento foi, dentro do setor de infraestrutura, aquele que menos avançou no Brasil nos últimos anos. Em 2018, representou menos de 10% dos investimentos no país. Por isso, segundo Teresa Vernaglia, da BRK Ambiental, dar visibilidade ao tema é uma missão para ela. “Estudamos, no ano passado, os impactos do saneamento na vida da mulher brasileira. Uma pesquisa que indicou que a falta de saneamento prejudica ainda mais a vida das mulheres e é fator essencial para alcançarmos a equidade de gênero. Dar visibilidade à realidade das mulheres brasileiras é o primeiro passo para promovermos as mudanças necessárias”, reforça.

“A inclusão e o empoderamento das mulheres em nossa sociedade é uma ferramenta poderosa porque as mulheres têm mais engajamento, sensibilidade e sabem trabalhar melhor com as diversidades”, afirma Laura Cristina Porto, da Neoenergia. “Somente juntos conseguiremos construir um futuro melhor e mais igualitário para todos”, completa.

Categoria voto popular

Com ampla experiência no Bradesco, Glaucimar Peticov, é uma das principais incentivadoras das práticas que a instituição bancária vem adotando com relação à diversidade e à equidade de gênero. Foi dela também a ideia para que o banco aderisse aos Princípios de Empoderamento das Mulheres (WEPs), das Nações Unidas.

Neste ano, o CEBDS acrescentou uma nova categoria para premiar projetos sociais voltados para empoderamento e capacitação de mulheres. Todos as iniciativas inscritas que cumpriram as exigências do edital foram apresentados às empresas associadas e cinco estão sendo avaliadas para serem “adotadas” por um período de 12 meses.

As demais categorias permaneceram: Empresas Associadas, premiando três executivas; Iniciativa Novas Líderes, reconhecendo projetos de duas empresas que desenvolvam iniciativas para capacitar e formar novas lideranças femininas; e Voto Popular, homenageando uma liderança feminina espontaneamente nomeada pelo público, incluindo representantes do setor privado, terceiro setor ou do governo.

Confira as ganhadoras, por categorias, do Prêmio CEBDS de Liderança Feminina 2019:

  1. Categoria Empresas Associadas:

Cristiane Lourenço, Gerente de Desenvolvimento Sustentável e Parcerias na cadeia de valor da Bayer Crop Science

Laura Cristina da Fonseca Porto, Diretora de Renováveis da Neoenergia

Teresa Vernaglia, presidente da BRK Ambiental

 

  1. Categoria Voto Popular:  

Glaucimar Peticov, diretora executiva responsável pelas áreas de Recursos Humanos, Marketing, Ouvidoria e PMO do Bradesco

 

  1. Categoria Iniciativa Novas Líderes:

Ação Menina-Mulher da Alcoa

Programa Schneider Electric de Desenvolvimento da Liderança Feminina