WBCSD revisita seu marco Visão 2050

Data: 17/10/2019
Autor:

O World Business Council for Sustainable Development – WBCSD, no início do ano,  decidiu revisitar seu marco Visão 2050. Um estudo ambicioso publicado há uma década, que explora como seria um mundo sustentável em meados do século, como esse mundo poderia ser realizado e que papel as empresas devem desempenhar para tornar essa visão uma realidade. O CEBDS que conta com sua Visão 2050 também terá um processo de revisitar seu marco.

Com a liderança do Comitê Executivo do WBCSD, dezenas de empresas que representam mais de dez setores da indústria e com um total combinado de US$ 1,7 trilhão em receita anual, se inscreveram para liderar este projeto. 

O WBCSD montou um comitê de revisão externo composto por líderes e especialistas globais. O resultado é um esforço coletivo para moldar como os negócios podem ajudar a desbloquear as transformações necessárias para permitir que mais de 9 bilhões de pessoas vivam bem, dentro dos limites do planeta em 2050.

Para o WBCSD, embora tenha acontecido um progresso significativo nos últimos anos, ainda não podemos ver um caminho claro para criar um mundo sustentável na proporção ou escala exigida. Nesse cenário, o trabalho de renovação da Visão 2050 explorará cinco áreas de foco principais, com o objetivo de identificar uma agenda de ação clara para os negócios na próxima década e além:

  1. Explorando a transformação de sistemas: o conceito de transformação de sistemas está se tornando cada vez mais popularizado e aplicado em iniciativas para promover o desenvolvimento sustentável. O WBCSD irá analisar e sintetizar uma ampla gama de pesquisas emergentes e conhecimentos especializados para estabelecer um entendimento e vocabulário comuns sobre como os sistemas se transformam, quais são os principais fatores que podem ajudar a habilitar e acelerar essas transformações e o papel que os negócios podem desempenhar dirigindo, ao invés de reagir a eles.
  2. Atualizando o Vision 2050: envolverá a identificação de lacunas, revisão de caminhos e a incorporação de detalhes sobre as mais recentes ciências, inovações emergentes e os temas e áreas de ação mais prementes que consideramos ter um papel importante a desempenhar no caminho para 2050.
  3. O ambiente operacional 2020-2030: para garantir que a visão permaneça relevante e acionável, o WBCSD desenvolverá um entendimento completo das tendências mais prováveis ​​e perturbadoras que parecem moldar nossa ambiente operacional nos próximos dez anos e como essas tendências provavelmente impactarão a capacidade de enfrentar os principais desafios do desenvolvimento sustentável.
  4. Facilitadores (e barreiras) da transformação: o projeto também se concentrará em identificar e explorar os principais facilitadores (e barreiras) à transformação e como as empresas podem maximizar sua capacidade de alavancá-las em apoio à nossa Visão.
  5. Insumos regionais: com o objetivo de para garantir que o trabalho reflita a realidade global, o WBCSD iniciará uma série de workshops e consultas em um amplo espectro de geografias, testando a aplicabilidade de nossa pesquisa em uma variedade de de ambientes operacionais locais.