Casca de banana, bactéria e detergente no tratamento da água

Data: 22/11/2019
Autor:

As jovens Anally, Júlia Rodrigues e Keiko Hanasiro, de 15 anos, criaram, na escola, o Vitágua. É um experimento que trata a água das torneiras e do chuveiro, antes de ser despejada nos rios da cidade. Anally e Júlia moram em Taboão da Serra, Região Metropolitana de São Paulo e Keiko no Jaguaré, Zona Oeste da capital paulista. Elas tiveram a ideia de criar um protótipo para limpar a água, ao perceberem que o tratamento de esgoto de onde vivem era era ineficaz.

“Nosso dispositivo tem três fases principais. Na primeira etapa, a água é purificada por cascas de banana, que ajudam a eliminar os pesticidas e agrotóxicos presentes no esgoto doméstico; na segunda parte, é usado uma bactéria (Bacillus Subtilis), que se alimenta de micro-poluentes do esgoto; e, na última fase, usamos um detergente biodegradável, que dissolve gorduras e triglicerídios da água. Assim, a água cai na rede de esgoto já tratada”, explica Júlia Rodrigues.

Saiba mais: https://projetocolabora.com.br/ods6/casca-de-banana-bacteria-e-detergente-biodegradavel-para-tratar-agua/