Como ações sustentáveis impactam na Gestão de Pessoas

Data: 21/07/2016
Autor:
Gestão de Pessoas e Sustentabilidade


Uma pesquisa da Bain & Company, realizada em países como: Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, China, Índia e Brasil, identificou que 15% dos profissionais desses países aceitaram redução salarial para trabalhar em empresas sustentáveis. O estudo indica como os valores da empresa são importantes para a gestão do capital humano.

A gestão de pessoas, sob a perspectiva da sustentabilidade, ganha outros contornos: a comunicação interna torna-se um foco da estratégia, o relacionamento com colaboradores vira prioridade e o empregado transforma-se em figura ativa na construção da marca perante o público.

Entenda como ações sustentáveis impactam a gestão de pessoas e como implementar boas práticas para uma transição segura e com foco em desenvolvimento sustentável.

Capacitação

Investir na capacitação dos colaboradores é fundamental. Invista em treinamentos que alinhem sua equipe com os objetivos e metas traçados pela empresa, aumentando as chances de sucesso. Com o desenvolvimento sustentável, não é diferente. Assim, reter talentos e capacitar seus colaboradores é crucial para que a empresa atinja algumas medidas básicas nessa etapa:

  • – Incluir treinamentos de práticas sustentáveis;
  • – Estimular iniciativas de discussão sobre sustentabilidade, não só no trabalho, mas na comunidade e em casa;
  • – Criar uma agenda com datas comemorativas de conscientização que a empresa preze;
  • – Utilizar as SIPATS (Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho) para promover ações e consciência sustentável entre os colaboradores.

Líderes engajados

As lideranças da organização precisam estar engajadas na sustentabilidade para que todo o processo de aculturação não pareça só um “discurso bonito”. Colaboradores seguem exemplos e, se a direção da empresa não dá valor à causa, por que eles deveriam? Para tanto é importante:

  • Sensibilizar as lideranças de diferentes áreas;
  • Promover a troca de ideias e experiências entre os setores;
  • Propor encontros regulares de alinhamento entre colaboradores e direção.

Montagem e administração da equipe de profissionais

Nem sempre um bom profissional se adequa a determinados perfis de empresa, assim, é fundamental avaliar se o candidato compartilha dos mesmos valores que a companhia, compartilhando seus objetivos. Para tanto, você deve:

  • – Fazer processos seletivos eficientes;
  • – Fornecer feedbacks e apresentar sugestões de melhoria ao apontar algum erro;
  • – Dar chance a profissionais insatisfeitos, mudando sua área de atuação;
  • – Promover a diversidade por meio de debates, palestras com especialistas e reuniões com stakeholders e tomadores de decisão que se posicionem a favor de iniciativas sustentáveis;
  • – Desenvolver planos de carreira dentro da empresa;
  • – Faça benchmarking: estude experiências de sucesso de outras organizações no mercado;
  • – Incentivar boas práticas ambientais;
  • – Divulgar planejamentos e metas da empresa de forma transparente;
  • – Criar um canal de comunicação entre os colaboradores e a liderança;
  • – Investir na qualidade de vida dos colaboradores: profissionais contentes e saudáveis rendem muito mais.

Gestão de metas e controle

Mudar é sempre um desafio, contudo quando se acredita no propósito da mudança e nos benefícios que ela pode trazer, todos ficam mais dispostos a mudar. Nesse cenário, desenvolver metas e ferramentas de controle é a melhor maneira de monitorar a situação e mostrar resultados para a empresa. Segue abaixo uma lista com diversas formas de implementar uma gestão de metas e controle voltada às práticas sustentáveis:

  • – Definir indicadores de sustentabilidade;
  • – Analisar prós e contras de metas estabelecidas;
  • – Considerar os recursos disponíveis e necessários para o alcance das metas;
  • – Considerar eventuais riscos e contratempos no planejamento;
  • – Comunicar as metas e ferramentas de controle claramente aos colaboradores;
  • – Revisar os planos, para corrigir erros;
  • – Estabelecer métricas de desempenho financeiro;
  • – Perguntar à área de TI sobre a possibilidade de desenvolvimento de sistemas de monitoramento de desempenho com foco em sustentabilidade;
  • – Promover recompensa por resultados.

Finalmente, como você pode ver, as ações sustentáveis impactam diretamente a Gestão de Pessoas, desde o processo seletivo, capacitação e avaliação de resultados. Não é uma mudança simples, mas que, bem executada, garante uma transição segura e benéfica para seu negócio.

Confira nosso Guia de Sustentabilidade e Gestão de Pessoas e saiba mais.

Guia sobre Sustentabilidade e Gestão de Pessoas - CEBDS