Confira as consequências do COVID-19 para a próxima década

Data: 20/05/2020
Autor:

World Business Council for Sustainable Development (WBCSD) divulga informações sobre tendências e rupturas que irão afetar os negócios na próxima década

A pesquisa realizada pelo WBCSD em parceria com a Volans, fornece aos negócios insights que podem auziliar o desenvolvimento de estratégias robustas. Tanto em respostas rápidas resultantes da pandemia da COVID-19, quanto em mudanças contínuas (previsíveis e imprevisíveis) no ambiente operacional na próxima década.

O documento vai além dos desafios de sustentabilidade, explorando de maneira mais geral as tendências e as rupturas que moldarão a década e considerando como elas podem afetar a capacidade das empresas de operar com sucesso (como precursora para operar de maneira sustentável).

A partir da análise, foi desenvolvido um conjunto de tendências nas quais os negócios precisam trabalhar. Foram selecionadas 12 macrotendências, entre dados demográficos, meio ambiente, tecnologia e política. Além disso, foram analisadas lições das respostas à crise financeira de 2008-9 para mostrar como as respostas do COVID-19 podem afetar os próximos 10 anos e além.

No The consequences of COVID-19 on the decade ahead também há uma visão geral inicial das várias maneiras pelas quais as empresas podem apoiar os esforços na retomada pós pandemia.  

“A pandemia do COVID-19 é claramente um evento profundamente perturbador, com consequências de longo alcance para a saúde global, política, economia e muito mais. Mas também tem o potencial de ser um catalisador de mudanças positivas – uma oportunidade de enfrentar as normas e incentivos quebrados no centro do nosso atual modelo de capitalismo e fazer reformas substanciais. A Volans ficou encantada em trabalhar com a equipe do WBCSD Vision 2050 nesses resumos de questões, explorando o que a próxima década nos reserva e como podemos reconstruir melhor o pós-COVID-19,” afirma Louise Kjellerup Roper, CEO da Volans.  

A análise produzida pelo WBCSD faz parte do Projeto Vision 2050, que divulgará outros resumos nos próximos meses para ajudar as empresas a enfrentarem os desafios de responderem à turbulência socioeconômica desencadeada pelo novo coronavírus, mantendo (e aumentando) a ambição em relação às metas de desenvolvimento sustentável.

“Juntos, esses resumos de questões fornecem às empresas uma visão clara do que os anos 2020 podem ter reservado, para que possam desenvolver estratégias mais eficazes de como responder e progredir em nossa Visão 2050 de mais de 9 bilhões de pessoas, vivendo bem , dentro dos limites planetários. Pensar na maneira como o futuro se desenrola ajudará as empresas a aproveitar melhor o momento criado pelos ventos de cauda e a ser mais resilientes e adaptáveis ​​diante dos ventos de vento inevitáveis,” diz Peter Bakker, Presidente e CEO do WBCSD.

Texto produzido com dados do WBCSD.