Queimadas sem controle registradas no bioma foram as piores que se têm registro

 

O último mês de setembro ficará marcado como um dos mais devastadores para o meio ambiente no Brasil. Ao todo, até o momento, foram consumidos pelo fogo cerca de  3,1 milhões de hectares do  Pantanal, cuja maior parte encontra-se no Brasil, com 65% da área no estado do Mato Grosso do Sul e 35% no Mato Grosso.

 

Segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), este número representa 20% do bioma (uma área maior do que o estado de Sergipe) e traz uma perda sem precedentes para a biodiversidade do planeta.

 

Os incêndios

 

O fogo em si não é uma novidade na região que convive há décadas com o chamado “fogo legal” usado pelo agronegócio para transformar vegetação em pasto. Este ano, porém, com a pandemia houve uma diminuição da fiscalização das áreas do bioma; o que teria acarretado o atual estrago, em proporções ainda não mensuradas.

 

O que se sabe é que pelas características da região (área úmida) dificilmente o fogo ganharia as proporções tomadas sem a interferência humana.

 

Os animais, principalmente os de pequeno porte, serão os mais impactados com as queimadas, deixando uma grande lacuna em muitas espécies; algumas delas já ameaçadas de extinção. Isso sem esquecer dos povos indígenas também altamente atingidos pelas consequências da destruição do bioma.

 

O Pantanal

 

O Pantanal é considerado pela UNESCO como Patrimônio Natural Mundial e Reserva da Biosfera e está localizado na região do Parque Nacional do Pantanal. A região é uma das maiores extensões alagadas contínuas do planeta e possui grande biodiversidade, com mais de 4.700 diferentes espécies de animais e plantas.

 

Segundo o Ministério do Meio Ambiente, lá existem pelo menos 582 tipos de aves, 132 de mamíferos, 113 de répteis e 41 de anfíbios. Muitas dessas espécies, já ameaçadas de extinção. Vale lembrar também que um dos maiores santuários de arara-azul se encontra no Pantanal, e também foi afetado pelas queimadas. Linkar: https://www.oeco.org.br/reportagens/fogo-no-pantanal-ameaca-um-dos-maiores-santuarios-da-arara-azul/

 

Saiba mais sobre os impactos do fogo no Pantanal em:

https://pp.nexojornal.com.br/pergunte-a-um-pesquisador/2020/09/29/Jos%C3%A9-Sabino-as-consequ%C3%AAncias-do-fogo-no-Pantanal

 

Fogo no Pantanal: entenda consequências e riscos em:

https://www.ecodebate.com.br/2020/10/01/pantanal-em-chamas-saiba-mais-e-entenda-as-razoes-e-riscos/

 

Leia também sobre as origens do fogo na Amazônia, os tipos de queimadas que existem e qual sua relação com fatores climáticos e atividades humanas, como o desmatamento. Outros textos investigam a evolução do fogo na floresta ao longo das últimas décadas. Link para matéria: https://pp.nexojornal.com.br/bibliografia-basica/2020/Amaz%C3%B4nia-e-queimadas