Apoio técnico aos Kayapó

Ficha Técnica

Empresa

Ano:

2020

Metas envolvidas:

  • 3

    Promover e fortalecer melhores práticas que favoreçam o uso racional dos recursos da biodiversidade

Descrição geral

Ações de apoio técnico oferecidas aos Kayapó da área de influência da UHE Belo Monte.

[:pb][:pb][:pb][:pb]O Programa Kayapó Mekrãgnoti é um projeto de responsabilidade social decorrente de compromissos assumidos pela Eletrobras com a Funai no âmbito do processo de licenciamento ambiental da UHE Belo Monte. O projeto conta com investimento de R$ 11,25 milhões para beneficiar 10 aldeias e 1.500 indígenas da etnia Kayapó, no sul do Pará. Parceria Eletrobras/Norte Energia/Instituto Kabu/FUNAI.

O projeto busca promover:

  • Fortalecimento institucional
  • Apoio a atividades econômicas sustentáveis;Valorização cultural
  • Apoio à infraestrutura

Cada aldeia possui metas anuais de coleta de castanha-da-Amazônia e cumaru, produtos que posteriormente são vendidos no mercado de forma coletiva. Consolidadas, as metas de manejo do projeto são:

  • Coletar 63.300 kg de castanha-da-Amazônia por ano
  • Coletar 3.660 kg de cumaru por ano.

Em 2019 foram coletados 13.150 kg de castanha-da-Amazônia e 1.264 kg de cumaru. Em 2020 foram coletados 345.800 kg de castanha-da-Amazônia coletados no ano (446% acima da meta de 63.300 kg).[:][:][:][:]

[:pb][:pb][:pb][:pb]As metas são anualmente aferidas, e o projeto tem duração de cinco anos: de abril de 2018 a abril de 2023.[:][:][:][:]

[:pb][:pb][:pb][:pb]Os resultados das atividades de manejo são acompanhados, registrados e consolidados pelo próprio Instituto Kabu, e posteriormente reportados à Eletrobras por meio de relatórios semestrais. Os produtos da floresta são coletados diretamente pelos Kayapó, dos quais, com capital de giro viabilizado pelo projeto, o Instituto Kabu adquire os produtos, pesando as sacas para registrar as quantidades e calcular o preço.[:][:][:][:]