Realização de projetos contidos em plano do ICMBio

Ficha Técnica

Empresa

Ano:

2020

Metas envolvidas:

  • 1

    Inserir o tema de biodiversidade na estratégia de negócios da empresa

Descrição geral

Realizar junto ao licenciamento ambiental dos empreendimentos, projetos que estejam contidos nos Planos de Ação Nacional (PAN) para a Conservação da Biodiversidade elaborados pelo ICMBio.

[:pb][:pb][:pb]São projetos próprios, decorrentes de licenciamento ambiental.

Em 2019 foi iniciado o projeto de Monitoramento do Mutum-de-Penacho e do Aracuã Paulista na UHE Marimbondo, relacionado ao PAN dos Galiformes. Até o momento foram realizadas 03 campanhas, nas quais foi detectada através de vocalização e visualização a presença do Mutum-de-Penacho (Crax fasciolata), uma espécie considerada “Vulnerável” segundo IUCN, e por vocalização o Aracuã Paulista, espécie “Criticamente Ameaçada” pela IUCN. Durante o Projeto, muitos proprietários são contactados e questionados sobre a presença dos animais na região, e também acabam por conhecer o projeto e a importância da conservação das espécies.

Em 2019 foi aprovado pelo Órgão Ambiental competente o Programa de Conservação dos Pequenos Felinos da UHE Batalha, cujas ações estão contempladas no PAN dos Pequenos Felinos. O projeto está em fase final de contratação.[:][:][:]

[:pb][:pb][:pb]A atividade de propor ações de licenciamento ligadas aos PANs foi iniciada em 2019 e será contínua, com a previsão dos seguintes marcos:

  • Iniciado em 2019 – implementação do Projeto de Monitoramento do Mutum-de-Penacho e do Aracuã Paulista (UHE Marimbondo – PAN Galiformes);
  • Previsto para 2020/2021 – implementação do Projeto de Conservação de Pequenos Felinos (UHE Batalha – PAN dos Pequenos Felinos);
  • Previsto para 2021/2022 – Projeto de Conservação do Lobo Guará (UHE Serra da Mesa – PAN dos Canídeos);
  • Previsto para 2022 – implementação do Programa de reintrodução experimental, monitoramento populacional e genético de duas espécies de peixes ameaçadas de extinção da bacia hidrográfica do rio Paraíba do Sul: Piabanha (Brycon insignis) e Surubim do Paraíba (Steindachneridium parahybae) (UHE Simplício –Queda Única)

[:][:][:]

[:pb][:pb][:pb]Forma de acompanhamento dos projetos: Indicadores: Número de projetos executados com ações relacionadas aos PANs; Monitoramento: Através dos processos de licenciamento dos empreendimentos de Furnas; Publicidade das informações: Intranet e Site de Furnas; Publicações científicas (artigos, resumos) e também publicações visando a divulgação científica (Guias e Livros).[:][:][:]