Natura &Co anuncia US$ 800 milhões para sustentabilidade

Data: 17/06/2020
Autor:

Natura &Co anunciou na segunda-feira, 15, o plano Compromisso com a Vida, que consiste em investimentos de US$ 800 milhões em sustentabilidade nos próximos 10 anos, com vistas a 2030, marco dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). O plano prevê a intensificação de ações para enfrentar algumas das questões globais mais urgentes, como crise climática, proteção da Amazônia, defesa dos direitos humanos e garantia de igualdade e inclusão em toda a sua rede, além de abraçar a economia circular e a regeneração até o fim da década.

“Entendemos o momento crítico em que vivemos e o papel que as empresas precisam desempenhar para se engajarem e se comprometerem com uma sociedade melhor, mais sustentável e mais inclusiva. Ainda precisamos fazer muito mais para ser a geração que restaura nosso planeta e protege seu povo”, afirma em nota Roberto Marques, Presidente Executivo do Conselho e CEO do Grupo Natura &Co, dona das marcas Avon, Natura, The Body Shop e Aesop.

O compromisso é baseado em três pilares: enfrentar as mudanças climáticas e proteger a Amazônia; defender os direitos humanos e sermos mais humanos; abraçar a economia circular e a regeneração.

Quais os planos para proteção da Amazônia? Atualmente, a Natura preserva 1,8 milhão de hectares de terra, uma área equivalente a metade da Holanda. O grupo terá como objetivo contribuir para a preservação de 3 milhões de hectares até 2030.

E na parte de defesa dos direitos humanos? O plano prevê aumentar a diversidade em 30%, levando em consideração a diversidade racial ou étnica, a diversidade sexual e a identidade de gênero, além de desfavorecidos social e economicamente e pessoas com deficiência. A empresa agora quer elevar de 30% para 50% a meta de mulheres em posições de liderança até 2023.

E na questão de economia circular e regeneração? Esse pilar envolve desde a garantia da circularidade de embalagens até o aumento do uso de plástico reciclado. A empresa também quer desenvolver mais soluções regenerativas, incluindo comunidades de comércio justo, sistemas de extração regenerativa e soluções de resíduos em plástico até 2030.

 

Saiba mais sobre o Compromisso com a Vida aqui (documento em inglês).