Setor empresarial entrega carta ao ministro Fernando Haddad com prioridades para o Pacote Verde

O CEBDS (Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável) promoveu no dia 16 de junho um encontro entre CEOs de grandes companhias e o ministro da Fazenda, Fernando Haddad. O objetivo foi discutir pontos prioritários relacionados ao Plano de Transição Ecológica, o “Pacote Verde” do governo federal, visto pelo setor produtivo como uma ferramenta com o potencial de direcionar os importantes e necessários investimentos em infraestrutura no país na direção da transição para uma economia verde.

Os CEOs presentes representam empresas de setores como advocacia, energia, florestal, água e pneus.

Na reunião, o ministro recebeu uma carta na qual o setor produtivo destaca pontos prioritários para o Pacote Verde, como bioeconomia, energia, Amazônia, incentivos econômicos, mercado de carbono e saneamento básico. O documento ressalta a urgência em investimento nessas áreas, destacando a janela de oportunidade proporcionada pelo encontro do G20, no Rio de Janeiro, em 2024, e a Conferência do Clima da ONU, a COP30, em Belém, em 2025. “São oportunidades para o Brasil reforçar seu protagonismo global. Por isso, é fundamental agir agora para ter resultados a entregar, capturar essas oportunidades e exercer seu protagonismo”.

No encontro, o setor empresarial salientou ainda seu compromisso em colaborar com o governo no avanço de pautas ligadas ao desenvolvimento sustentável.

compartilhe:

Assine nossa newsletter

Informe seu e-mail e receba os nossos conteúdos. Respeitamos a privacidade das suas informações não compartilhando-as com ninguém.

Notícias relacionadas

Confira as notícias mais atuais e relevantes para ficar por dentro do que está em debate na agenda do Desenvolvimento Sustentável.

Publicações relacionadas

Quer se aprofundar ainda mais neste assunto? Confira aqui outras publicações relacionadas a esta mesma temática.

Eventos relacionados

Confira nossos próximos eventos relacionados a este tema e junte-se a nós para debater e compartilhar melhores práticas.