Conheça os projetos selecionados pelo Itaú Unibanco para o Programa Ecomudança

Iniciativas visam a redução de emissão de gases de efeito estufa e de pegada hídrica; aporte total é de R$ 725 mil

Nove projetos, de seis Estados brasileiros – Santa Catarina, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Pernambuco e Mato Grosso –, foram selecionados na edição 2017 do Programa Ecomudança, idealizado pelo Itaú Unibanco, empresa associada ao CEBDS, em parceria com o Instituto Ekos Brasil. A iniciativa estimula e fomenta projetos de redução de emissão de gases de efeito estufa, incluindo iniciativas relacionadas à eficiência energética, energia renovável, manejo de resíduos, florestas, agricultura sustentável e mobilidade, assim como projetos de redução de pegada hídrica, como construção de cisternas ou dessalinizadores em áreas críticas e tratamento de efluentes.

Nesta edição, o programa recebeu mais de 1.200 inscrições – número seis vezes maior do que no ano passado. Composta por quatro etapas de avaliação, a escolha aconteceu com base no possível impacto socioambiental gerado pelo projeto, potencial de ser replicado em outras localidades e análise da capacidade de execução e implementação.

O aporte total aos nove projetos selecionados é de aproximadamente R$ 725 mil. O valor do apoio financeiro vem dos fundos de renda fixa Ecomudança Itaú, que destina 30% das taxas de administração ao programa. Esse fundo tem como objetivo transformar os investimentos dos clientes do Itaú em benefícios para a sociedade. “São ótimos resultados no edital 2017, com projetos contemplados em todas as regiões do país. Com isso, o Ecomudança reforça nosso propósito de estimular o poder de transformação das pessoas e também nosso compromisso com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, em especial o de número 13, que visa combater as alterações climáticas”, afirma Denise Hills, Superintendente de Sustentabilidade e Negócios Inclusivos do Itaú Unibanco.

Saiba mais sobre o Ecomudança

Desde sua criação, em 2009, o Ecomudança já investiu R$ 5,3 milhões em 48 projetos de dezenas de cidades brasileiras. Mais de 1.300 famílias já foram beneficiadas diretamente, sendo que mais da metade delas tiveram um aumento de mais de 10% na renda. As iniciativas contempladas já contribuíram para a redução da emissão de 22 mil toneladas de gases de efeito estufa na atmosfera. Podem participar do programa entidades sem fins lucrativos, como organizações sociais, fundações, cooperativas e associações – inclusive as que atuam como movimentos sociais. Outras informações podem ser obtidas através do site https://www.itau.com.br/sustentabilidade/riscos-e-oportunidades-socioambientais/ecomudanca/.

CONFIRA OS PROJETOS SELECIONADOS NA EDIÇÃO 2017 DO PROGRAMA ECOMUDANÇA: