Serviços ambientais de restauro de margens de curso de água

Ficha Técnica

Empresa:

Philip Morris Brasil

Metas:

  • Incentivar projetos compartilhados em prol da água.

Ano:

2018

Descrição geral

Recuperação das margens de curso de água do Arroio Andreas, na cidade de Vera Cruz (RS). A Philip Morris Brasil faz Pagamento por Serviços Ambientais – PES a agricultores, que recebem um valor anual pela realização do trabalho.

Ações

O projeto “Protetor da Águas” começou a partir de um esforço do Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Pardo para restaurar as margens de cursos d´água degradados da principal fonte de abastecimento de água da cidade de Vera Cruz, o Arroio Andreas, região onde a operação da Philip Morris Brasil está situada.

O projeto tem como objetivo realizar a proteção de nascentes e áreas ripárias, buscando o incentivo dos produtores rurais a aderirem às boas práticas de conservação de água e solo e, com isso, remunerá-los. A adesão dos produtores foi voluntária e eles cooperam no decorrer de todo processo.

Os valores pagos aos agricultores que aderiram ao projeto foram calculados com base em critérios técnicos, levando em consideração seus cultivos e o tamanho da área protegida. Com isso, diagnósticos foram elaborados a partir da identificação das nascentes e levantamento de dados de cada propriedade, estabelecendo assim, planos de ação para a proteção e recuperação. Desde sua implementação, houve uma melhora significativa na qualidade da água, com 87% de seu volume considerado próprio para consumo (classes 1 e 2).

A Philip Morris Brasil é responsável pelo Pagamento por Serviços Ambientais – PES, onde os agricultores recebem um valor anual pelo seu trabalho de recuperação das nascentes e margens de cursos d´água.
Atualmente, 63 agricultores estão inscritos no projeto, que foram originalmente identificados pelo Comitê de Bacias Hidrográficas como influenciando diretamente a qualidade da água do Arroio Andreas. Desde a sua implementação, a iniciativa impactou positivamente mais de 18 mil pessoas na área urbana de Vera Cruz, sendo reconhecido pela Agência Nacional das Águas (ANA) como parte do programa nacional Produtor de Água.

O objetivo da Philip Morris Brasil é o de continuar prestando suporte e assistência ao projeto nos próximos anos, acompanhando a evolução de seus resultados, além de identificar outros pontos de degradação na mesma bacia e aplicar metodologia inspirada na iniciativa já implementada para a recuperação destas áreas, engajando novos stakeholders locais.

Planejamento para cumprimento das metas

Manutenção do modelo já existente e expansão do modelo para mais um ponto de degradação a ser identificado na bacia até 2025.

Forma de avaliação

Relatórios anuais de monitoramento da qualidade da água produzidos pela Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC) nas áreas contempladas pelos projetos.

Projetos Relacionados:

Uso sustentável da água com o padrão AWS

A Philip Morris utiliza como parâmetro as diretrizes do padrão Alliance for Water Stewardship (AWS), que consiste na adoção de ações voltadas para o uso sustentável da água no processo de manufatura. Um dos desdobramentos em 2019 foi a atualização do padrão AWS, sendo a Philip Morris Brasil a primeira empresa no país certificada no […]

Resultados da gestão de recursos hídricos no padrão AWS

Por meio de seu website, a Philip Morris informa anualmente os resultados da gestão de recursos hídricos, como parte dos requisitos para a certificação no padrão Alliance for Water Stewardship (AWS). Além disso, divulga informações sobre o tema em seu Relatório de Sustentabilidade e participa da plataforma CDP Water.

Programa de recuperação e proteção das nascentes

A recuperação e proteção de nascentes do Arrio Andréas é a principal vertente das ações da Philip Morris no engajamento de sua cadeia de valor ao tema da Segurança Hídrica. A iniciativa é conduzida no âmbito do Comitê Gestor da Bacia Hidrográfica do Rio Pardo, em parceria com a Prefeitura de Vera Cruz (RS) e a […]

Uso do padrão AWS International Water Stewardship Standard

Utilização dos padrões AWS International Water Stewardship Standard. O sistema permite a mensuração do impacto do uso da água nas operações e gerenciamento do seu uso sustentável. Meta de adotar o mais alto nível de aplicação dos parâmetros até 2025.