Setor empresarial brasileiro defende proteção à Amazônia e metas climáticas mais ambiciosas

Data: 22/09/2020
Autor:

Durante a Climate Week Nova York, que acontece esta semana, o Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) apresentará iniciativas do setor privado para conter desmatamento ilegal e metas mais ambiciosas para reduzir emissões de gases do efeito estufa

 

Rio de Janeiro, 22 de setembro de 2019 – O aumento do desmatamento ilegal da Amazônia despertou a atenção internacional dos maiores investidores sobre as iniciativas de preservação da floresta e as metas de redução das emissões de gases de efeito estufa (GEE) assumidas pelo país no Acordo de Paris. Para mostrar o comprometimento do setor empresarial com essa agenda, o Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) apresentará na Climate Week de Nova York, as iniciativas das empresas por uma ambição climática que priorize emissões zero (net zero) e um desenvolvimento socialmente justo pós-pandemia.

Um dos principais eventos globais sobre mudanças climáticas, a Climate Week de Nova York, organizada pela The Climate Group, acontece de 21 a 27 de setembro, com mais de 350 eventos, que reunirão líderes empresariais e governamentais, além de especialistas de diversas áreas, para a construção de consensos a respeito de ações climáticas mais ambiciosas que permitam manter o aumento da temperatura global em até 2°C. A agenda completa do evento pode ser acessada aqui.

“Estima-se que as emissões de GEE no planeta tenham uma queda de 6% neste ano, reflexo da redução na queima de combustíveis fósseis. Na contramão, o Brasil pode ter um aumento de 10% a 20% de emissões em relação a 2018,  dependendo da trajetória do desmatamento na Amazônia nos próximos meses e do tempo para o início da recuperação da economia. Esta trajetória crescente de emissões de GEE segue no sentido oposto da forte retração prevista para a economia brasileira e global, e também na contramão das metas da nossa Política Nacional sobre Mudança do Clima”, alerta a presidente do CEBDS, Marina Grossi.

Marina ainda destaca o ano especialmente difícil vivido pelo país, com o agravamento da recessão econômica e os efeitos da pandemia do novo coronavírus. “Perdemos muitas vidas, negócios e empregos estão em risco, e a confiança dos brasileiros foi afetada. Em termos de ambição climática, há muito o que ser feito. Ao deixar de cumprir as metas climáticas para 2020, o Brasil deve entrar endividado no período de cumprimento do Acordo de Paris, o que tornará a NDC (Contribuição Nacionalmente Determinada) mais cara e difícil de cumprir”.

O CEBDS estará presente em três painéis virtuais na Climate Week de Nova York, em evento próprio e em parcerias com o Instituto Clima e Sociedade (iCS) e a iniciativa Amazônia Possível. O Conselho também apoia um evento realizado pela Coalização Brasil Clima, Florestas e Agricultura.

O evento oficial do CEBDS acontece na sexta-feira (25), às 10h, com o painel Como o Setor Empresarial está apoiando a Amazônia. O evento reunirá representantes do setor empresarial para apresentar iniciativas de apoio a Amazônia, sob os valores da bioeconomia, por meio de soluções baseadas na natureza, enfrentando os desafios colocados pelas mudanças climáticas, perda de biodiversidade e de direitos humanos.

A programação tem início nesta terça-feira (22), com o lançamento internacional do Guia “10 Princípios Empresariais para uma Amazônia Sustentável”, uma parceria entre CEBDS, Instituto Arapyaú, Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura, Instituto Ethos, Rede Brasil do Pacto Global da ONU e Sistema B. O Guia pretende ser um norteador para empresas que desejam operar de forma mais sustentável na região amazônica.

Na quarta-feira (23), às 10h, a presidente do CEBDS participa do debate virtual sobre a recuperação verde e a perspectiva brasileira, realizado em parceria com o iCS. O evento apresentará possibilidades de implementação de Planos de Recuperação com foco no clima e em uma nova economia mais sustentável, considerando os setores público e privado. Às 15h, o CEBDS apoia o debate promovido pela Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura, sobre rastreabilidade no setor agropecuário como forma de proteção das florestas brasileiras e ganho de credibilidade junto ao mercado internacional.

 

AGENDA CEBDS NA SEMANA DO CLIMA DE NOVA YORK 

 

EVENTO OFICIAL

Dia 25 de setembro

10h às 11h30 (Horário de Brasília)

Título do evento: How is the Business Sector Supporting the Amazon? / Como o Setor Empresarial está apoiando a Amazônia?

*Evento em inglês

Nunca na história o futuro da humanidade e o planeta dependia tanto da nossa capacidade de entender que vivemos em um único planeta, e que nossa sobrevivência está diretamente ligada à preservação e valorização de seus recursos naturais. Os impactos sociais e econômicos causados pela pandemia COVID-19 em escala global e sem precedentes é um alerta de que ignorar os riscos de quebrar a estabilidade ecossistêmica traz consequências devastadoras, semelhantes ao que vem acontecendo com a emergência climática.

A situação atual da Floresta Amazônica com o aumento do desmatamento e da destruição vai contra o que o setor privado acredita e deixará o Brasil ainda mais distante do alcance de suas metas climáticas e de um futuro justo e sustentável. Além da percepção negativa da imagem do Brasil internacionalmente, as questões sociais e ambientais na Amazônia são altamente prejudiciais ao desenvolvimento de negócios e projetos indispensáveis. Os valores sustentáveis devem ser disseminados e intrínsecos aos atores e à maneira de fazer negócios na região.

O uso do conhecimento dos ecossistemas para entender sua relação com as empresas e a sociedade como forma de conectar oportunidades à solução de problemas na região tem sido feito por muitas iniciativas e organizações.

Neste evento o CEBDS reunirá alguns desses atores para mostrar como o setor empresarial pode e está apoiando a Amazônia, trabalhando sob os valores da bioeconomia, por meio de soluções baseadas na natureza, enfrentando os desafios colocados pelas mudanças climáticas, perda de biodiversidade e de direitos humanos.

Informações atualizadas do evento, incluindo grade de palestrantes, inscrições e conexão aqui.

 

Eventos do CEBDS com parceiros:

Dia 22 de setembro

14h às 16h (Horário de Brasília)

Título do evento: Lançamento internacional do Guia dos “10 Princípios Empresariais para uma Amazônia Sustentável”

Evento oficial da Amazônia Possível, fruto da parceria entre CEBDS com Instituto Arapyaú, Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura, Instituto Ethos, Rede Brasil do Pacto Global da ONU e Sistema B.

O Guia pretende ser um norteador para empresas que desejam operar de forma mais sustentável na região amazônica, sendo idealmente utilizado para embasar o desenho do planejamento estratégico e o exercício de priorização de projetos, para que tenham mais impactos positivos na ponta das cadeias produtivas.

Informações atualizadas do evento, incluindo grade de palestrantes, inscrições e conexão aqui.

 

Dia 23 de setembro

10h às 12h (Horário de Brasília)

Título do evento: Green Recovery: Perspectives from Brazil

*Evento em português e inglês

Evento em parceria do CEBDS com o Instituto Clima e Sociedade (ICS). 

Mesmo antes da pandemia, legisladores de todo o mundo já estavam trabalhando em propostas de planos econômicos que levam em conta as questões ambientais, um esforço que foi consolidado como o Green New Deal. A relevância da legislação e dos planos governamentais que impulsionam a agenda climática ficou ainda mais evidente com a crise imposta pela pandemia COVID-19. O papel do setor empresarial na aceleração de seus planos para a economia de baixo carbono também está se tornando cada vez mais evidente.

Como esses planos avançaram e quais são as perspectivas globais para sua implementação? Os planos em discussão hoje atendem às necessidades também impostas pela crise climática, já em curso? O evento apresentará possibilidades de implementação de Planos de Recuperação com foco no clima, considerando os setores público e privado.

Informações atualizadas do evento, incluindo grade de palestrantes, inscrições e conexão aqui.

 

Dia 23 de setembro

15h às 17h (Horário de Brasília)

Título do evento: Possible Amazon: Beef Traceability

*Evento em inglês

Evento da Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura, com apoio do CEBDS

Um modelo de desenvolvimento economicamente viável, sustentável, inclusivo e que preserve a floresta em pé na região amazônica deve propor a proteção necessária para impedir de imediato as atividades ilegais, um plano de desenvolvimento sustentável da região e garantir a rastreabilidade da pecuária, agricultura, mineração e produtos de origem florestal. Legalidade, economia e rastreabilidade representam os pilares do desenvolvimento da Amazônia.

Uma das prioridades para que a Amazônia Possível, iniciativa lançada na Climate Week NY 2019, se torne realidade é que a cadeia de valor da carne bovina na Amazônia seja 100% rastreável para evitar que o consumo desses produtos financie atividades ilegais na floresta. Hoje, 99% do desmatamento é ilegal e existe uma vontade do consciencioso setor produtivo de não se envolver com essas atividades criminosas.

Portanto, para encontrar soluções reais para o desafio da rastreabilidade da carne bovina na Amazônia, a Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura criou uma força-tarefa. Neste evento, representantes desse grupo apresentarão um estudo que demonstra o que é e como é a cadeia de valor da carne bovina no país, pontua as experiências de rastreabilidade já realizadas, relaciona o benchmarking com outros países e traz um conjunto de recomendações para preencher as lacunas atuais. nesta atividade. Além disso, será realizado um debate sobre as medidas que setores brasileiros (organizações da sociedade civil, governo, academia e setor privado) estão tomando para tentar avançar nessa agenda.

Informações atualizadas do evento, incluindo grade de palestrantes, inscrições e conexão aqui.

 

Contatos para Imprensa

ALTER Conteúdo Relevante

Eduardo Nunes

eduardonunes@altercomunicacao.com.br

(21) 99864-4245