Startup brasileira desenvolve plataforma global de transações com serviços ecossistêmicos

Data: 25/06/2020
Autor:

A startup brasileira Humboldt Brasil está desenvolvendo uma plataforma global para transações com serviços ambientais

Fundada em dezembro de 2018 pelos sócios Benoit Le Hir e Raphael Ribeiro, a startup contribui para a solução da valoração dos serviços ecossistêmicos – e sua consequente negociação – através de uma plataforma (SasS) formada com tecnologias de georeferenciamento, monitoramento de imagens por satélite e blockchain.

“Nossa plataforma permite que cada perímetro de floresta seja individualizado e que os serviços prestados – a exemplo da biodiversidade, estocagem de carbono, manciais d’água etc. – sejam quantificados para posterior negociação. É um mercado imenso e com grande oportunidade, principalmente para o Brasil, líder em ativos ambientais”, diz Raphael Ribeiro.

Além dos registros na camada de tecnologia, a plataforma possibilita que as operações sejam inscritas nos bancos de dados das autoridades ambientais e cartorárias, atendendo aos requisitos legais e promovendo a regularização fundiária dessas propriedades. Dentre os ganhos diretos estão a segurança jurídica e a preservação das áreas florestadas, que passam a ser monitoradas de forma integral, através de indicadores objetivos de evolução ao longo dos contratos.  Para proprietários há o incentivo econômico da preservação e aos investidores e beneficiários há a manutenção dos serviços ecossistêmicos específicos, de seu interesse.

A Humboldt Brasil, que recebe apoio da AWS – Amazon Web Services e do Grupo Cornélio Brennand,  pretende lançar a plataforma no final de 2020. O grupo já possui uma versão MVP da plataforma e está captando investimentos para o desenvolvimento da versão full da solução tecnológica.

 

RAPHAEL JOSÉ RIBEIRO, co-fundador

+55 81 988055933

contato@humboldtbrasil.com

 

BENOIT LE HIR, co-fundador

contato@humboldtbrasil.com