CEBDS realiza série de workshops sobre Impacto Líquido Positivo

O CEBDS, por meio da Câmara Temática de Biodiversidade e Biotecnologia, realizou mais um encontro da série de workshops em Impacto Líquido Positivo, eixo temático de atuação da CT desde 2020, no dia 20 de abril, com a presença de mais de 100 participantes.

O evento deste ano, intitulado “Mensuração de Nature Positive: Como as empresas podem contribuir para o Impacto Líquido Positivo em Biodiversidade?”, apresentou três sessões.

A primeira, foi realizada pela I Care Brasil e apresentada por Leonardo Werneck e Déborah Luisa. A segunda sessão, foi apresentada pela Rever Consulting | Empresa B certificada, com falas de Cyrille Bellier e Heliabel Bomstein. A terceira e última sessão trouxe uma atualização do case da Vale em Nature Positive, com apresentação de leticia guimarães.

Nas sessões foram apresentados temas como: a aplicação da estrutura da TNFD e seus desafios e oportunidades para organizações comprometidas com o desenvolvimento sustentável; o conceito de ‘pegada de biodiversidade’, indicadores e métricas atrelados a este parâmetro; a importância da mensuração dos impactos na biodiversidade para a transição ecológica dos setores de produção e introdução à Global Biodiversity Score.
Essa ação da Câmara Temática de Biodiversidade e Biotecnologia reforça a importância do engajamento do setor empresarial brasileiro no cumprimento da agenda global para a Biodiversidade.

compartilhe:

Assine nossa newsletter

Informe seu e-mail e receba os nossos conteúdos. Respeitamos a privacidade das suas informações não compartilhando-as com ninguém.

Notícias relacionadas

Confira as notícias mais atuais e relevantes para ficar por dentro do que está em debate na agenda do Desenvolvimento Sustentável.

Publicações relacionadas

Quer se aprofundar ainda mais neste assunto? Confira aqui outras publicações relacionadas a esta mesma temática.

Eventos relacionados

Confira nossos próximos eventos relacionados a este tema e junte-se a nós para debater e compartilhar melhores práticas.