Nota de Pesar

Guimarães Rosa já dizia que “as pessoas não morrem, ficam encantadas (…) a gente morre é pra provar que viveu”.

Essa semana, o Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável lamenta o encantamento de duas importantes lideranças e defensores de causas ambientais e sociais. Paulo Nogueira-Neto, criador da política ambiental brasileira, e Ernesto Moeri, fundador e presidente do Conselho do Instituto Ekos Brasil, deixam um legado dedicado e inspirador em prol de um mundo mais sustentável.

O comprometimento com a construção de uma sociedade mais justa permeia a história desses grandes homens, que dedicaram suas carreiras à causa da sustentabilidade em seu sentido mais amplo.

Que suas obras sejam norteadoras das ações por um mundo melhor.

compartilhe:

Assine nossa newsletter

Informe seu e-mail e receba os nossos conteúdos. Respeitamos a privacidade das suas informações não compartilhando-as com ninguém.

Notícias relacionadas

Confira as notícias mais atuais e relevantes para ficar por dentro do que está em debate na agenda do Desenvolvimento Sustentável.

Publicações relacionadas

Quer se aprofundar ainda mais neste assunto? Confira aqui outras publicações relacionadas a esta mesma temática.

Eventos relacionados

Confira nossos próximos eventos relacionados a este tema e junte-se a nós para debater e compartilhar melhores práticas.

Por CT Biodiversidade e Biotecnologia

Online