Como acelerar ações em adaptação no clima?

O Climate Adaptation Summit (CAS) 2021 é o primeiro grande evento sobre clima este ano. A conferência trouxe grandes líderes do mundo todo para discutir a questão da adaptação à mudança climática. Segundo o IPCC (Painel Intergovernamental para a Mudança do Clima), adaptação é o processo de ajuste às mudanças climáticas e suas consequências, que pode ser incremental, mantendo a integridade do sistema, ou transformacional, mudando os atributos fundamentais de um sistema.

Os limites da natureza e do clima já estão sendo ultrapassados pelo modelo de desenvolvimento atual. Isso quer dizer que cada vez mais testemunharemos as consequências já previstas pela Ciência, como o aumento de eventos climáticos extremos, inundações, incêndios, chuvas e secas cada vez mais extremas, entre outros exemplos. Para evitarmos que estas consequências tenham efeitos cada vez maiores sobre as populações e a natureza, é preciso investir em ações de adaptação.

Investir em adaptação do clima é uma das mensagens esperadas deste encontro que está ocorrendo esta semana. Foi lembrado como os investimentos em prevenção são mais eficazes e mais econômicos do que lidar com as consequências: investimentos no total de US$ 1,8 trilhão podem gerar US$ 7,1 trilhões em ganhos futuros.

O Secretário Geral da ONU, Antonio Guterres, lembrou que  aproximadamente 1/3 de toda a população mundial não está coberta por medidas de adaptação necessárias para sua segurança. Por isso, listou cinco prioridades necessárias para apoiar a proteção econômica:

  1.     Países doadores e outras fontes doadoras, como bancos de desenvolvimento e fundos, devem aumentar os valores destinados à adaptação no mundo todo;
  2.     A mudança do clima deve ser considerada em todas as alocações de orçamento para recuperação;
  3.     Dar escala a fundos de recuperação pós-catástrofes e desenvolver instrumentos inovadores de alívio para crises; 
  4.     Facilitar o acesso dos mais vulneráveis a financiamento;
  5.     Dar o suporte necessário para adaptação no nível regional. 

Guterres ressaltou que precisamos começar a investir no mínimo US$ 70 bilhões ao ano para darmos andamento às ações de adaptação necessárias atualmente e nos planejar para chegarmos a US$ 280 bilhões por ano em 2050. Pediu também que 50% do total de fundos destinados a adaptação e resiliência seja direcionado aos países em desenvolvimento.

O Enviado Especial para Clima dos Estados Unidos, John Kerry, afirmou que é mais barato prevenir do que remediar, a exemplo das três últimas catástrofes nos EUA que juntas custaram mais de US$ 250 bilhões ao país. Criar resiliência à mudança do clima é urgente e os assegurou que a mitigação e adaptação à mudança do clima é uma prioridade da administração do novo presidente dos EUA, Joe Biden e por isso o país vai fazer tudo que puder para que a COP26 atinja seus objetivos. Nesse sentido, os EUA estão revisando sua NDC (Contribuição Nacionalmente Determinada) e será publicada logo.

John Kerry informou que o país está comprometido a atuar em três grandes frentes: a)  fomentar a inovação e gestão de dados relacionados a clima; b) aumentar o fluxo de financiamento, incluindo por concessões; e c) fomentar a colaboração do setor privado estadunidense com o de países em desenvolvimento para permitir ações nas comunidades locais. 

A Diretora Geral do FMI, Kristalina Georgieva, lembrou que o clima é um risco fundamental à estabilidade econômica, e que lidar com a mudança climática vai trazer prosperidade econômica, incluindo o aumento do PIB mundial e a criação de centenas de milhões de empregos.

Acompanhe o evento conosco: https://www.cas2021-onlinesummit.com/ 

compartilhe:

Assine nossa newsletter

Informe seu e-mail e receba os nossos conteúdos. Respeitamos a privacidade das suas informações não compartilhando-as com ninguém.

Notícias relacionadas

Confira as notícias mais atuais e relevantes para ficar por dentro do que está em debate na agenda do Desenvolvimento Sustentável.

Publicações relacionadas

Quer se aprofundar ainda mais neste assunto? Confira aqui outras publicações relacionadas a esta mesma temática.

Eventos relacionados

Confira nossos próximos eventos relacionados a este tema e junte-se a nós para debater e compartilhar melhores práticas.