Mudança de rumo no setor de transporte: um passo necessário

As Climate Weeks regionais mal se encerraram e a COP25 já se aproxima. Um dos principais eixos temáticos tratados na Latin America and Caribbean Climate Week, em Salvador, foi o de Infraestrutura, Cidades e Ações Globais. O CEBDS marcou presença em um painel em que se debateu o investimento na transformação da mobilidade para cidades sustentáveis. Não à toa, o tema foi repaginado para o próximo encontro da cúpula do clima, ressaltando a importância de termos Transporte, Edifícios e Infraestrutura Limpos.

O setor privado financeiro, de investidores a financiadores, tem apoiado a adoção de soluções de mobilidade urbana mais amigáveis do ponto de vista da mudança do clima. Dispõem-se hoje de mecanismos financeiros concretos e modelos de negócio envolvendo bancos de desenvolvimento e outros atores. Assim, criam-se condições para dar escala a investimentos mais sustentáveis na área de mobilidade urbana, como, por exemplo o transporte público eletrificado que encontra condições favoráveis para sua expansão na região do Caribe e América Latina, dado o potencial de que a eletricidade seja gerada com fontes de energia renováveis.

Os níveis de qualidade do ar de 80% das cidades do mundo excedem as diretrizes do World Health Organization, colocando a saúde das pessoas em risco e trazendo um peso a mais no já esgarçado orçamento e infraestrutura para a saúde. O transporte é responsável por cerca de 23% das emissões globais de CO2 e se não houver mudanças significativas no sistema, a tendência é de piora à medida que a concentração populacional das cidades aumente. Prevê-se que 70% da população mundial viva nas cidades até 2050. Hoje, a região da América Latina e Caribe se coloca como a mais urbanizada do planeta com 80% da população já vivendo nas cidades.

Para tamanho desafio, pode-se dizer que não faltam soluções e oportunidades. Tendências de sustentabilidade apontam para a necessidade de um planejamento territorial sistêmico maior, implementação e expansão de redes multimodais, utilização de biocombustíveis avançados e maior uso de eletrificação, compartilhamento, automação e conectividade. É preciso ainda aprimorar a infraestrutura para pedestres e ciclistas de modo a garantir sua segurança. Alternativas adicionais como bicicletas elétricas e micromobilidade também precisam ser consideradas.

As cidades da região apresentam o valor médio mais alto de utilização de ônibus per capita no mundo e a eletrificação da frota se coloca, portanto, como estratégia low hanging fruit para alcançar um desenvolvimento sustentável a partir de medidas mais bottom up com co-benefícios relevantes em termos de redução da poluição local. Uma das principais barreiras para sua implementação e expansão está na falta de parcerias consolidadas e mecanismos financeiros eficientes para fazer com que essa transformação aconteça.

O papel do setor privado não é pequeno. Importante incentivar empresas a adotar tecnologias e biocombustíveis mais limpos, ganhar escala, promover advocacy entre os setores público e privado, fomentar inovação e defender a internalização de externalidades via implementação de precificação de carbono.

Por que falar então de Transporte, Edifícios e Infraestrutura Limpos? Porque para promover uma mobilidade urbana mais sustentável, não basta facilitar o uso de combustíveis de origem renovável, eletrificar a frota ou otimizar e integrar os diversos meios de transporte. É preciso promover acesso às regiões periféricas e aproximar local de trabalho de moradia. Considerar o tempo de deslocamento não apenas no trajeto casa-trabalho, mas também dos provedores de serviços hoje amplamente utilizados, cujas condições de trabalho também precisam ser preservadas. E ter sempre vigilância absoluta em defesa dos direitos humanos em toda a cadeia de produção e em todos locais que a abastecem. A solução não pode ser apenas tecnológica ou financeira. Num mundo que caminha para uma sociedade 5.0, ela precisa ser mais humana.

compartilhe:

Assine nossa newsletter

Informe seu e-mail e receba os nossos conteúdos. Respeitamos a privacidade das suas informações não compartilhando-as com ninguém.

Notícias relacionadas

Confira as notícias mais atuais e relevantes para ficar por dentro do que está em debate na agenda do Desenvolvimento Sustentável.

Publicações relacionadas

Quer se aprofundar ainda mais neste assunto? Confira aqui outras publicações relacionadas a esta mesma temática.

Eventos relacionados

Confira nossos próximos eventos relacionados a este tema e junte-se a nós para debater e compartilhar melhores práticas.