Mudanças climáticas já prejudicam saúde das crianças

O relatório Lancet Countdown mostra que as mudanças climáticas já prejudicam a saúde das crianças em todo o mundo, com ameaças de impactos ao longo da vida. Se mantido o padrão atual de altas emissões de carbono, uma criança nascida hoje viverá num planeta em média 4° C mais quente até os seus 71 anos. O que ameaçaria sua saúde em todas as fases da vida. As crianças também são as que mais sofrerão com o aumento de doenças infeciosas, como a dengue.

“A mensagem chave deste relatório global é que a gente precisa se atentar para as mudanças climáticas logo, para que as crianças, no futuro, não sejam tão afetadas. A criança vai ser afetada, mas para que ela não seja tão afetada”, disse a médica Mayara Floss, uma das autoras do relatório no Brasil.

Saiba mais: https://exame.abril.com.br/ciencia/mudancas-climaticas-ja-prejudicam-saude-das-criancas-diz-relatorio/

compartilhe:

Assine nossa newsletter

Informe seu e-mail e receba os nossos conteúdos. Respeitamos a privacidade das suas informações não compartilhando-as com ninguém.

Notícias relacionadas

Confira as notícias mais atuais e relevantes para ficar por dentro do que está em debate na agenda do Desenvolvimento Sustentável.

Publicações relacionadas

Quer se aprofundar ainda mais neste assunto? Confira aqui outras publicações relacionadas a esta mesma temática.

Eventos relacionados

Confira nossos próximos eventos relacionados a este tema e junte-se a nós para debater e compartilhar melhores práticas.