Natura recebe Prêmio Global de Ação Climática da ONU na COP25

A premiação reconhece o protagonismo mundial da Natura no combate às mudanças climáticas com o Programa Carbono Neutro

O UN Global Climate Action Award, prêmio mais importante de mudanças climáticas no mundo, foi recebido pela Natura nesta terça-feira, dia 10, durante a 25ª Conferência do Clima da Organização das Nações Unidas (ONU), a COP25, em Madri. O Prêmio analisou todo o trabalho desenvolvido pela empresa no combate às mudanças climáticas, e o Programa Carbono Neutro foi fundamental para que a companhia fosse reconhecida como protagonista mundial no tema.

Das 15 iniciativas vencedoras, entre os 670 projetos inscritos, a Natura foi a única companhia brasileira premiada dentre os 20 países representados. Marina Grossi, presidente do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), do qual a Natura faz parte, fala sobre a conquista. “É gratificante ver uma empresa brasileira reconhecida internacionalmente por seu programa de redução de emissões. Isso mostra que se o dever de casa for feito, é possível contribuirmos para um planeta mais sustentável sem comprometer as operações. A sustentabilidade é uma oportunidade de negócios e deve ser encarada assim pelas empresas. O exemplo da Natura mostra que estamos no caminho certo”, relata Marina.

“O prêmio reconhece uma jornada que a Natura tomou a decisão de trilhar, há mais de uma década, de se tornar uma empresa carbono neutro. O reconhecimento tem o poder de inspirar a adoção de ações também por outras empresas para que, no futuro, a emissão de carbono na atmosfera seja zero”, diz Keyvan Macedo, gerente de sustentabilidade da Natura.

O Programa

Criado em 2007, o Programa Natura Carbono Neutro é baseado em três pilares: inventário de gases de efeito estufa (GEE) – que mede e registra todas as nossas emissões, desde a extração da matéria-prima até o descarte do produto pelo consumidor; compensação das emissões não evitadas por meio da compra de créditos de carbono de projetos certificados, e redução, que abrange as ações e processos para diminuí-las. Em 2013, a Natura reduziu suas emissões relativas de GEE 33% em comparação com o ano de 2007. A meta da companhia é seguir inovando para a redução chegar a zero em 2030.

“Temos como meta engajar toda nossa rede de Consultoras e Consultores de Beleza, colaboradores, parceiros e consumidores para o risco do aquecimento global, um problema que afeta toda a humanidade. Por isso, nossos projetos de redução são um desafio contínuo e agora queremos atingir novos compromissos”, conclui Macedo.

compartilhe:

Assine nossa newsletter

Informe seu e-mail e receba os nossos conteúdos. Respeitamos a privacidade das suas informações não compartilhando-as com ninguém.

Notícias relacionadas

Confira as notícias mais atuais e relevantes para ficar por dentro do que está em debate na agenda do Desenvolvimento Sustentável.

Publicações relacionadas

Quer se aprofundar ainda mais neste assunto? Confira aqui outras publicações relacionadas a esta mesma temática.

Eventos relacionados

Confira nossos próximos eventos relacionados a este tema e junte-se a nós para debater e compartilhar melhores práticas.