Covid-19 nas empresas e a nova economia

O impacto da Covid-19 nas empresas deve levar a uma forma mais sustentável de se fazer negócios. A afirmação é do presidente da BlackRock no Brasil, Carlos Takahashi, em entrevista à Exame. Segundo ele para as organizações, o momento é decisivo. Quando a pandemia acabar, a sociedade irá demandar mais responsabilidade das empresas. Takahashi prevê uma nova precificação de ativos.  “Esse evento deixou muito claro a importância de se olhar para o longo prazo”. As desigualdades sociais e a falta de serviços essenciais, como o saúde ficaram ainda mais evidente. “Tudo fica mais transparente em momentos de crise”, afirma o presidente da BlackRock no Brasil.

Confira as principais previsões da BlackRock:

Covid-19 e a transição para um mundo mais sustentável

O movimento em direção a um novo capitalismo será intensificado pela pandemia da covid19, segundo Takahashi.  O CEO da BlackRock, Larry Fink em sua carta anual aos investidores fez compromissos, como o de desinvestir em setores intensivos em carbono. “Quando emergirmos dessa crise, e à medida que os gestores reequelibrem seus portfólios, teremos a oportunidade de acelerar a transição para um mundo mais sustentável”, afirmou Fink.

 A importância da agenda empresarial para superar a crise 

 A atitudes pós pandemia do coronavírus englobará três agendas: esforços emergenciais de contenção da crise, como foco nas questões sociais; medidas mais amplas de retomada, direcionadas a reconstrução econômica; e a agenda empresarial, focada no desenvolvimento de uma nova maneira de atuar perante a sociedade. “As três se conversam e têm como fio condutor a sustentabilidade”, diz Takahashi.

É necessário pensar no longo prazo

Larry Fink diz que companhias e investidores com um forte senso de propósito e uma abordagem de longo prazo estarão aptos a navegar por esta crise. O executivo acredita na mudança de pensamentos dos investidores. “Para alguns clientes, a recente onda de vendas criou uma oportunidade de rebalancear em ações. D fato, muitos de nossos clientes – mesmo aqueles com pesada alocação em renda fixa devido aos perfis de risco – estão olhando para aumentar a alocação em ações neste mercado.”

Tecnologia como estratégia nas empresas

O CEO da BlackRock, Larry Fink, indica que “a maior mudança para as gestoras de recursos será como vamos usar a tecnologia. No futuro, as gestoras terão de ser tão boas no uso da tecnologia quanto uma empresa de tecnologia”. Não só as empresas irão se readequar. Fink diz que a população irá repensar fundamentalmente a maneira como trabalha, compra, viaja e se reúne.

Confira a entrevista na íntegra: https://exame.abril.com.br/mercados/havera-uma-nova-precificacao-de-ativos-apos-a-pandemia-diz-blackrock/

Share:

Sign up for our newsletter

Enter your email and receive our content. We respect the privacy of your information by not sharing it with anyone.

Related news

Check out the most current and relevant news to stay on top of what is being debated on the Sustainable Development agenda.

Related publications

Want to go deeper into this subject? Check here other publications related to this same theme.

related events

Check out our upcoming events related to this topic and join us to discuss and share best practices.