Gerenciar riscos e adaptar

 

O IPCC divulgou, nas últimas semanas, os dois últimos documentos do Relatório 5 relacionados à adaptação e mitigação às mudanças climáticas.

No final de 2013, o primeiro documento deste relatório foi divulgado e reforçou os resultados de seu relatório anterior de 2007: a mudança do clima é uma realidade. Se é uma realidade e se está de fato em curso, as perguntas corretas a serem feitas pela sociedade é ‘como vamos lidar com isto?’ e ‘de que forma a minha vida, o meu negócio são afetados por este novo cenário?’. Esse é o foco desses dois últimos relatórios divulgados no final de março e início de abril sobre como nos adaptamos e mitigamos à mudança do clima.

Os cientistas já alertam que o pior já está em curso, o aumento da temperatura será superior a 2ºC. As geleiras já estão derretendo, o que afetará a disponibilidade de água potável para muitas comunidades. Os oceanos estão aquecendo e se acidificando e o impacto será, além do aumento do nível do mar, a perda de biodiversidade marinha. A agricultura, recursos hídricos e os ecossistemas estão sendo impactados. E, os setores econômicos e a saúde humana estão sendo atingidos.

E como a sociedade se adapta a esta nova realidade global? Embora os impactos sejam sentidos por todos, os países são vulneráveis em escalas diferentes. Os governos precisam identificar os pontos fracos de suas economias e compreender que os impactos são diretamente relacionados à composição econômica do país, à existência de infraestrutura e à distribuição de renda. Quanto piores esses indicadores, maior o impacto e maior a perda econômica, social e ambiental.

No caso do setor privado, os impactos variam de setor para setor, de negócio para negócio. Já entendemos que a forma de lidar com mudança do clima e se adaptar à ela é por meio da aplicação das metodologias de gestão de riscos. Identificar os riscos e planejar as respostas a estes envolvem tomadas de decisão. E este processo, por sua vez, irá alterar o risco da mudança do clima no século XXI, como destacado nos documentos do IPCC. Os riscos conhecidos a este processo são apenas os já observados e ressaltados no próprio relatório do IPCC e outros documentos científicos. Porém, ainda é desconhecido sobre até onde esse processo vai, qual será a intensidade desses e o impacto na vida humana.  Não há tempo para esperarmos mais. Temos que agir. E o grande desafio é como se adaptar a esta nova realidade global.

Share:

Sign up for our newsletter

Enter your email and receive our content. We respect the privacy of your information by not sharing it with anyone.

Related news

Check out the most current and relevant news to stay on top of what is being debated on the Sustainable Development agenda.

Related publications

Want to go deeper into this subject? Check here other publications related to this same theme.

related events

Check out our upcoming events related to this topic and join us to discuss and share best practices.