10 de dezembro é o dia de celebrar os direitos humanos

O Dia dos Direitos Humanos, comemorado anualmente no dia 10 de dezembro, é uma excelente oportunidade de celebrar e promover o pleno respeito a todos os direitos humanos, por todos, para todos, e em todos os lugares. A data escolhida foi porque, em 1948, a Organização das Nações Unidas oficializou a Declaração Universal dos Direitos Humanos. E a partir daí, desde de 1950, na data é comemorado o Dia dos Direitos Humanos. 

A data, além das várias comemorações e eventos, serve para reforçar a necessidade de lutar por ações concretas dos países e da sociedade no sentido de garantir os direitos civis, políticos, sociais e ambientais de toda a população mundial, e não apenas de algumas nações e sujeitos.

Declaração Universal dos Direitos Humanos

A Declaração Universal dos Direitos Humanos foi adotada pela ONU no dia 10 de dezembro de 1948. A Declaração foi uma resposta aos crimes bárbaros cometidos durante a Segunda Guerra Mundial, como as bombas atômicas lançadas sobre Hiroshima e Nagasaki e os crimes praticados pelos nazistas.

Por meio da Declaração Universal que os países se comprometeram a realizar um esforço para eliminar todas as formas de empecilhos a esses direitos. “Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direitos” é o princípio básico desta declaração, que proíbe escravidão, tortura, discriminação e violência.

“Onde, afinal, começam os direitos humanos universais ? Nos pequenos lugares, perto de casa – tão perto e tão mínimo que não podem ser vistos em nenhum mapa do mundo. (…) A menos que estes direitos tenham algum significado ali, eles têm pouco significado em qualquer outro lugar. Sem uma ação cívica planejada para mantê-los perto de casa, nós procuraremos em vão pelo progresso num mundo maior.” – Eleanor Roosevelt.

Direitos humanos na Agenda CEBDS

As propostas das lideranças empresariais associadas ao CEBDS para a área de direitos humanos estão reunidas no documento Agenda CEBDS por um País Sustentável, lançado durante as eleições presidenciais do ano passado e entregue a cada um dos candidatos.

O documento defende acompanhamento constante e oficial da representatividade de gênero e raça na política e no poder público, permitindo a avaliação da efetividade de políticas que incentivem a qualificação, participação e remuneração equilibrada de mulheres e negros. Além disso, propõe a busca de mecanismos que garantam maior transparência à representatividade de gênero e raça na administração pública, promovendo maior equidade.

A Agenda CEBDS propõe que seja mantido, no Portal da Transparência do Governo Federal, uma plataforma com dados atualizados sobre o perfil de seus servidores. Isso permitiria que toda população pudesse monitorar como o governo brasileiro está avançando e se adequando às metas de redução das desigualdades, especialmente as de gênero e raça. Da mesma forma, afirma o documento, as empresas devem se comprometer a manter dados públicos sobre seus perfis sociais, a fim de que todos possam acompanhar se há evolução em direção aos ODS.

Atualmente, tramitam no Congresso Nacional cerca de 35 propostas que visam aumentar a participação de mulheres e negros na política e na administração pública, sendo a maioria por meio de cotas ou outras formas de incentivo. Dessas, 10 têm alto impacto, ou seja, se aprovadas teriam efeitos diretos na redução das desigualdades.

Nenhum projeto, contudo, aborda a manutenção de dados abertos pelo governo federal sobre a ocupação dos cargos públicos e de suas remunerações, em função de gênero e raça. O que reitera a relevância da proposta contida na Agenda do CEBDS, que tem como objetivo principal buscar reduzir as desigualdades de gênero e raça no mercado de trabalho.

Créditos da Fotografia: Dharshie Wissah / 2019 fotógrafo ambiental do ano de Ciwem
Share:

Sign up for our newsletter

Enter your email and receive our content. We respect the privacy of your information by not sharing it with anyone.

Related news

Check out the most current and relevant news to stay on top of what is being debated on the Sustainable Development agenda.

Related publications

Want to go deeper into this subject? Check here other publications related to this same theme.

related events

Check out our upcoming events related to this topic and join us to discuss and share best practices.