CEBDS e Diálogo Florestal realizam live sobre Pagamento por Serviços Ambientais

O Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável – CEBDS e o Diálogo Florestal realizam na segunda-feira dia (24/08), às 14h, no instagram, a live Pagamento por Serviços Ambientais e o setor florestal, com a participação de Henrique Luz, assessor técnico do CEBDS e Beto Mesquita, diretor da BVRio e conselho de coordenação do Diálogo Florestal . 

O que são Serviços Ambientais?

O conceito que melhor expressa o entendimento do setor empresarial representado pelo CEBDS sobre o tema é complementar à definição prevista no Projeto de Lei 1667/2007 e inclui as ações humanas fundamentais para o bom funcionamento dos ecossistemas: “Consideram-se serviços ambientais as funções oferecidas naturalmente pelos ecossistemas, mantidas, aprimoradas ou restauradas por ação do homem, visando a conservação de condições ambientais adequadas para a vida no Planeta.”

Além da conceituação deve-se também classificar os serviços de acordo com as diferentes categorias que costumam adotar grande parte dos textos sobre a temática (serviços de provisão, de regulação, culturais e de suporte) e enumerar ou exemplificar tais categorias, a exemplo do que fez a Lei 12.651/2012 (Código Florestal) em seu artigo 41.

O que são Pagamentos por Serviços Ambientais (PSA)?

Um esquema voluntário para incentivar a provisão e a conservação de serviços ambientais no qual aqueles que propiciem a provisão dos serviços sejam pagos (provedores) e aqueles que se beneficiam paguem (usuários).

Os mecanismos a serem utilizados para implementar os pagamentos devem definir os direitos e deveres básicos das partes envolvidas em um esquema de PSA, os tipos de instrumentos jurídicos que podem ser firmados entre as partes e estabelecer com clareza qual serviço está sendo prestado.

Ficou curioso e quer saber mais sobre Pagamento por Serviços Ambientais?

Participe da live, no instagram, Pagamento por Serviços Ambientais e o setor florestal, 24/08, às 14h, com a participação de Henrique Luz, assessor técnico do CEBDS e Beto Mesquita, conselho de coordenação do Diálogo Florestal e diretor da BVRio. Iremos abordar o desafio de precificar os serviços ecossistêmicos; Iniciativas pioneiras no Brasil; Mercado de carbono e as expectativas e desafios de implementação; Serviços ecossistêmicos nas bolsas de valores e como ativo nas empresas além da previsão contida no novo  Código Florestal. 

 

ABOUT CEBDS

O Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) é uma associação civil sem fins lucrativos que promove o desenvolvimento sustentável por meio da articulação junto aos governos e a sociedade civil, além de divulgar os conceitos e práticas mais atuais do tema. Fundado em 1997, reúne cerca de 60 dos maiores grupos empresariais do país, responsáveis por mais de 1 milhão de empregos diretos. Representa no Brasil a rede do World Business Council for Sustainable Development (WBCSD), que conta com quase 60 conselhos nacionais e regionais em 36 países e de 22 setores industriais, além de 200 grupos empresariais que atuam em todos os continentes. Mais informações: https://cebds.org/.

 

 SOBRE O DIÁLOGO FLORESTAL

Iniciativa pioneira, congrega as maiores empresas e organizações da sociedade civil envolvidas no setor florestal brasileiro, além de instituições de ensino e pesquisa. Há 15 anos debate em seus Fóruns Regionais temas de importância local. PSA é um assunto que integra a linha estratégica de ação do DF “Conservação e Restauração de Florestas”. 

 

Share:

Sign up for our newsletter

Enter your email and receive our content. We respect the privacy of your information by not sharing it with anyone.

Related news

Check out the most current and relevant news to stay on top of what is being debated on the Sustainable Development agenda.

Related publications

Want to go deeper into this subject? Check here other publications related to this same theme.

related events

Check out our upcoming events related to this topic and join us to discuss and share best practices.