Baía de Guanabara e a despoluição que não aconteceu

Vinte cinco anos após a assinatura do primeiro contrato, a Baía de Guanabara soma um legado de dívidas e descrédito e se torna  um cemitério de obras abandonadas, como afirma Sérgio Ricardo, um dos fundadores da ONG Baía Viva, se referindo às intervenções iniciadas nos últimos anos – e não finalizadas – que buscavam minimizar os efeitos do despejo de esgoto.

Segundo a Baía Viva, o estado perde R$ 50 bilhões por ano devido à falta de cuidados com o ecossistema da região. O sistema da lagoa de Jacarepaguá também sofre com despejo ilegal de dejetos e de resíduos sólidos.

Know more: https://projetocolabora.com.br/saneamento/baia-de-guanabara-celebra-despoluicao-que-nao-aconteceu/

 

Share:

Sign up for our newsletter

Enter your email and receive our content. We respect the privacy of your information by not sharing it with anyone.

Related news

Check out the most current and relevant news to stay on top of what is being debated on the Sustainable Development agenda.

Related publications

Want to go deeper into this subject? Check here other publications related to this same theme.

related events

Check out our upcoming events related to this topic and join us to discuss and share best practices.