Climate Week reforça necessidade de respeito a acordos climáticos

No terceiro dia da Semana do Clima para a América Latina e Caribe na capital baiana, nesta quarta-feira (21), no Salvador Hall, autoridades nacionais e internacionais ressaltaram a importância de um esforço conjunto da sociedade civil para o cumprimento das metas de preservação do meio ambiente. A programação do dia foi aberta pelo diretor sênior de Políticas e Coordenação de Programas de Mudança Climática da ONU, Martin Frick, com as presenças do prefeito ACM Neto e do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.

“O Brasil precisa exercer um papel regional e global na questão do combate às mudanças climáticas além de questões políticas e ideológicas”. Foi com esse clamor, que o prefeito de Salvador, ACM Neto, abriu oficialmente a Semana do Clima da América Latina e Caribe.

O prefeito também destacou que o que está em jogo é o destino do planeta e a sobrevivência da espécie humana. “Nos últimos cinco anos tivemos recordes de temperatura. A mudança climática é um fenômeno que arrasa economias, cidades e pessoas. Todos os esforços precisam ser feitos para que até 2100 não ultrapassemos o limite de 1.5° proposto pelo IPCC (Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas”. 

The Minister of the Environment, Ricardo Salles, adopted a thoughtful speech and stated that the federal government is aligning its policy to combat climate change to take advantage of development opportunities. “This meeting consolidates the concern with the theme. In addition to the risks, climate change also brings opportunities for economic development that must be seized”, he highlighted.

O diretor sênior da UNFCCC, Martin Frick, reforçou que as bases do Acordo de Paris são os comprometimentos nacionais. “O que temos hoje não é mais suficiente. Trabalho com o tema a anos e o que previmos há 10 anos para o cenário 20150 está acontecendo agora. Precisamos de mudanças extremas para alcançarmos os objetivos”

Frick falou sobre a “paternidade” da COP do Clima e da Biodiversidade. “Essas convenções nasceram neste país, a partir da Rio 92. Somos filhos do Brasil e temos orgulho disso”, celebrou, ao mesmo tempo que anunciou que, dos cinco mil inscritos para a conferência, houve uma equidade de gênero nos participantes. “Somos 2,5 mil homens e 2,5 mil mulheres participando desse evento.

Martin Flick também aproveitou para agradecer pela recepção da capital baiana à realização da Semana do Clima. “Estão reunidas aqui 72 nações discutindo ações para a preservação do planeta. Só posso reconhecer ao governo federal e à Prefeitura a organização deste evento grandioso e que é verdadeiramente regional. Obrigado em nos receber nesta cidade maravilhosa”.

Pacto para a Amazônia

Sobre a situação da Amazônia, o prefeito defendeu um pacto de todas as autoridades da sociedade civil pela preservação da região. “Sou absolutamente comprometido com a agenda ambiental. Temos uma biodiversidade da Amazônia que é estratégica, acho que o Brasil deve conduzir tudo na base do diálogo, mas o centro cerne da questão é a Amazônia, que está sob a nossa tutela e cuidados, é o pulmão do mundo e a gente não pode desconsiderar a sua importância para a manutenção do equilíbrio climático do planeta”, afirmou.

CEBDS at Climate Week

The Brazilian Business Council for Sustainable Development (CEBDS) participates in the Latin American and Caribbean Climate Week with a series of events highlighting the role of the business sector in mitigation and adaptation initiatives to climate change.

To know more, Click here.

 

Créditos foto: G1

Share:

Sign up for our newsletter

Enter your email and receive our content. We respect the privacy of your information by not sharing it with anyone.

Related news

Check out the most current and relevant news to stay on top of what is being debated on the Sustainable Development agenda.

Related publications

Want to go deeper into this subject? Check here other publications related to this same theme.

related events

Check out our upcoming events related to this topic and join us to discuss and share best practices.