COP 28 – De Dubai ao Brasil, construindo um caminho de ambição até a COP30 (e além)

No domingo, dia 3/12, o Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), em parceria com o World Business Council for Sustainable Development (WBCSD) e com a We Mean Bussiness Coalition (WMBC), promoveu o painel “From Dubai to Brazil: Building Ambition on the Road to COP30”. 

O encontro contou com a presença do embaixador André Correa do Lago, secretário de Clima, Energia e Meio Ambiente do Ministério das Relações Exteriores, que ressaltou o momento excepcional em termos de oportunidades para o Brasil, o compromisso do governo brasileiro com a agenda do combate às mudanças climáticas e os riscos que precisam ser gerenciados nesse cenário, como a falta de foco e adoção de escolhas equivocadas, relembrando o histórico de más opções do Brasil ao longo de sua história. André elogiou a escolha de Belém como cidade-sede da COP30 e afirmou que o Brasil tem muitas soluções para oferecer.  

Na mesma linha, a ex-ministra do Meio Ambiente e diretora do Centro Brasileiro de Relações Internacionais (CEBRI) Izabella Teixeira apontou diversos pontos da “lição de casa” que o Brasil precisa fazer em temas regulatórios, arranjos produtivos e definições de políticas de Estado, para ocupar a posição de liderança que pretende. “Líderes são escolhidos por terceiros e não auto-declarados”, explicou a ex-ministra. Para isso, “o Brasil precisa estar de volta, mas olhando para o futuro e não para o passado”.  

Marina Grossi, presidente do CEBDS, ressaltou o compromisso das empresas com a construção de uma jornada que leve de Dubai a Belém – e além.  Segundo ela, isso significa também proporcionar mecanismos internos para levar oportunidades e prosperidade para as pessoas, como aquelas que vivem na Amazônia, com o objetivo de reduzir as desigualdades. Marina deu como exemplo o mecanismo de blended finance que o CEBDS lançou junto com o Instituto Igarapé e o fundo JGP. “Esse é o novo modelo econômico, aquele que coloca as pessoas no centro das decisões”, afirmou. 

O painel, que foi mediado por Maria Mendiluce, do WMBC, também contou com a participação de Madalena Callé, da EDP; Keyvan Macedo, da Natura&CO; e de Natália Dias, do Banco Nacional para o Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). 

Share:

Sign up for our newsletter

Enter your email and receive our content. We respect the privacy of your information by not sharing it with anyone.

Related news

Check out the most current and relevant news to stay on top of what is being debated on the Sustainable Development agenda.

Related publications

Want to go deeper into this subject? Check here other publications related to this same theme.

related events

Check out our upcoming events related to this topic and join us to discuss and share best practices.