Roda de Conversa com embaixadora da Noruega

A presidente do CEBDS, Marina Grossi, participou de uma Roda de Conversa com a embaixadora da Noruega no Brasil, Aud Marit Wiig, e mais 20 mulheres, no Instituto Clima e Sociedade, na última quarta-feira (12), no Rio de Janeiro. O encontro foi promovido pelo Comitê de Relações Internacionais da Rede de Mulheres Brasileiras Líderes pela Sustentabilidade.

Durante o encontro, a embaixadora falou sobre as relações entre Noruega e Brasil, destacando as questões climáticas. A Noruega gerencia os recursos naturais e seus negócios no Brasil de forma sustentável. Um de seus focos é a recuperação e preservação da paisagem e da vegetação através das parcerias com a Amazon Forest University (Oslo) e a Universidade do Pará. Também desenvolve trabalho conjunto com a Amazon Fund — que prevê a transferência de US$ 1 bilhão em cinco anos — que está na quarta fase e, agora, focalizado em como lidar com as questões do desmatamento, especialmente junto à cultura de soja.

Marina, que também é membro do conselho da Rede, juntamente com as demais conselheiras Adriana Moreira, Ana Toni, Consuelo Yoshida, Margaret Groff, Marianne Lachmann, Thais Corral e Vania Somavilla, apresentou um resumo das atividades e articulações desenvolvidas nos últimos cinco anos e a missão constante de promover uma forte agenda de desenvolvimento que leve em consideração a mulher e a sustentabilidade. Um dos depoimentos, foi o de Margaret Groff, diretora financeira executiva de Itaipu. Ela é a única brasileira a receber o Oslo Business for Peace Award, da norueguesa Business for Peace Foundation, pelo seu trabalho na Itaipu Binacional em favor do desenvolvimento profissional das mulheres, aumentando a participação no nível gerencial de 10 para 21% em 9 anos.

Em relação à missão da Rede, a embaixadora disse que existem trabalhos parecidos na Noruega, mas nenhum exatamente nesse formato. Para Aud Marit as mulheres do setor privado ainda estão “behind”; e contou que em seu país o processo de empoderamento da mulher já ocorre naturalmente, porque governo e empresas estabeleceram metas e cotas.

A Rede de Mulheres Brasileiras Líderes pela Sustentabilidade é uma iniciativa do Ministério do Meio Ambiente. Criada em 2011, tem como objetivo estimular ações de sustentabilidade de mulheres que atuam na liderança de instituições públicas e privadas, com ou sem fins lucrativos.

 

Share:

Sign up for our newsletter

Enter your email and receive our content. We respect the privacy of your information by not sharing it with anyone.

Related news

Check out the most current and relevant news to stay on top of what is being debated on the Sustainable Development agenda.

Related publications

Want to go deeper into this subject? Check here other publications related to this same theme.

related events

Check out our upcoming events related to this topic and join us to discuss and share best practices.

Por CT Biodiversidade e Biotecnologia

Online