Schneider Electric e Global Footprint Network conscientizam sobre Earth Overshoot Day

Preparação para prosperidade da Terra é necessária para que empresas mantenham competitividade de longo prazo, tendo em vista que a humanidade consome mais do que tem capacidade em produzir

 

São Paulo, agosto de 2020 – Está marcado para o próximo dia 22 o Earth Oveshoot Day (“Dia de Sobrecarga da Terra”). Enquanto os desafios de saúde pública e a recuperação econômica são as principais preocupações em todo o mundo por conta da pandemia, a Schneider Electric, líder na transformação digital do gerenciamento de energia e automação, e a Global Footprint Network combinaram esforços para instigar uma conversa estratégica sobre a geração de negócios de longo prazo.

A data que marca a sobrecarga do planeta vai ocorrer com “atraso” de três semanas em relação à 2019. O motivo é a pandemia da covid-19, que forçou a humanidade a desacelerar seu ritmo de maneira abrupta.

Mas o que é o Earth Overshoot Day? O dia marca como a demanda anual sobre a natureza vai além do que o planeta pode regenerar durante um ano. Na ocasião, a humanidade terá usado todos os recursos naturais que a Terra pode reabastecer por um ano completo – incluindo a capacidade de ecossistemas naturais absorverem emissões de carbono a partir da queima de combustível fóssil.

O e-book  “Strategies for One-Planet Prosperity: How to build lasting business success on a finite planet”, elaborado em conjunto pelas empresas, apresenta a postura que as organizações precisam adotar para se manterem relevantes em um mundo moldado pela mudança climática e por restrições de recursos. Como o e-book explica, essa estratégia está se tornando necessária para que as companhias desenvolvam vantagens competitivas de longo prazo. A escolha fica entre planejar o futuro para apoiar as necessidades humanas de bem-estar e segurança de recursos (aprimorando ao mesmo tempo a chance de se manterem bem-sucedidas e recuperáveis do ponto de vista econômico) ou manter o curso natural dos negócios e se tornarem irrelevantes.

“Com a recuperação econômica em mente, chegou o momento de empreendedores e líderes de indústria reconhecerem que oferecer produtos e serviços que melhorem a capacidade de a humanidade ser bem-sucedida não tem a ver com fazer o bem, mas com o que é necessário para o negócio”, diz Mathis Wackernagel, fundador e presidente da Global Footprint Network.

A estrutura de prosperidade do planeta foi lançada no ano passado pela Schneider Electric e Global Footprint Network. Este ano, elas se uniram para ilustrar como as empresas detentoras de produtos e serviços que apoiam o sucesso de longo prazo da humanidade – contribuindo para mover para a frente a data do Earth Overshoot Day – estão mais bem posicionadas com planos de longo prazo.

De acordo com pesquisa conduzida por essas duas organizações, se 100% dos edifícios e da infraestrutura industrial do planeta tivessem hoje eficiência e tecnologia de energia renovável da Schneider Electric e seus parceiros (desde que não houvesse mudança nos hábitos dos seres humanos), a data do Earth Overshoot Day poderia ser atrasada em pelo menos 21 dias. Isso significa que a modernização da energia poderia fazer uma diferença de três semanas. Como perspectiva do resultado, se a humanidade for capaz de mover o Earth Overshoot Day cinco dias por ano, a compatibilidade com um planeta completo se daria antes de 2050, o que se alinha com o Acordo do Clima de Paris. O e-book também apresenta outros exemplos de companhias, de vários setores da economia, alinhadas a um modelo de negócios que apoia a prosperidade do planeta.

De acordo com pesquisa realizada pela Global Footprint Network, a redução de três semanas do Earth Overshoot Day de 2020 foi causada em grande parte pela diminuição de viagens e de obras por causa da covid-19, que induziu lockdowns em todo o mundo. As emissões de carbono diminuíram 14,5%, e a colheita de produtos florestais caiu 8%. A queda no consumo de recursos observada este ano foi repentina e inesperada. Por ter sido imposta, deve ser temporária. A humanidade continua a demandar tanto da natureza quanto se estivéssemos vivendo em uma Terra de 1,6 o seu tamanho.

“Juntos podemos transformar nosso futuro e sermos resilientes, algo que funcione para todos. A questão principal é alterar a conversa sobre sustentabilidade de nobre para fundamental e necessária.  Isso pode ajudar a desencadear a onda para a prosperidade do planeta, a estratégia mais viável que conhecemos”, afirma Olivier Blum, Chief Strategy and Sustainability Officer da Schneider Electric.

O e-book da Schneider Electric e da Global Footprint Network encoraja os tomadores de decisão a darem uma pausa e se perguntarem: meu negócio apoia o sucesso de longo prazo da humanidade?

Tenha acesso ao e-book aqui: “Strategies for One-Planet prosperity: how to build a lasting business success on a finite planet

Saiba mais em:

http://www.se.com/ww/en/about-us/sustainability/overshoot-day/index.jsp

Sobre a Global Footprint Network

A Global Footprint Network, pioneira na contabilidade da pegada ecológica, é uma organização internacional de sustentabilidade que está ajudando o mundo a viver dentro do significado da Terra e a responder às questões da mudança climática. Desde 2003 está engajada com mais de 50 países, 30 cidades e 70 parceiros globais para o fornecimento de entendimento científico que conduz políticas de alto impacto e decisões de investimento. Saiba mais em www.footprintnetwork.org.

Share:

Sign up for our newsletter

Enter your email and receive our content. We respect the privacy of your information by not sharing it with anyone.

Related news

Check out the most current and relevant news to stay on top of what is being debated on the Sustainable Development agenda.

Related publications

Want to go deeper into this subject? Check here other publications related to this same theme.

related events

Check out our upcoming events related to this topic and join us to discuss and share best practices.