Ações sustentáveis nos sistemas alimentares podem reduzir 20% das emissões de CO2

A redução da perda e desperdíco alimentos, adotar dietas mais sustentáveis e outras ações nos sistemas alimentares, representam uma oportunidade de reduzir as emissões globais em até 12,5 Gt CO2e. Os sistemas alimentares – que reúnem todas as atividades relacionadas à produção, processamento, distribuição, preparação e consumo de alimentos – correspondem a até 37% de todas as emissões de gases de efeito estufa. Caso o padrão se mantenha como o atual significa que os sistemas alimentares serão responsáveis por esgotar os orçamentos de emissões compatíveis com 1,5ºC em todos os setores.

De acordo com Inger Andersen, diretora-executivo do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), a pandemia expôs a fragilidade de nossos sistemas de abastecimento de alimentos, desde cadeias de valor complexas até impactos em nossos ecossistemas. “Mas também demonstrou que as empresas e as pessoas estão prontas para se reconstruírem melhor. Essa crise nos oferece a chance de repensar radicalmente como produzimos e consumimos alimentos”, indica.

 

Clique aqui para acessar o relatório (em inglês).

Share:

Sign up for our newsletter

Enter your email and receive our content. We respect the privacy of your information by not sharing it with anyone.

Related news

Check out the most current and relevant news to stay on top of what is being debated on the Sustainable Development agenda.

Related publications

Want to go deeper into this subject? Check here other publications related to this same theme.

related events

Check out our upcoming events related to this topic and join us to discuss and share best practices.