Biodiversidade brasileira aliada no tratamento anticâncer

A parceria entre a Universidade Federal do Ceará e a Universidade Nacional da Austrália poderá resultar em um novo tratamento anticâncer. O estudo avalia como as moléculas pterocarpano e pisosterol atuam para bloquear o crescimento e a proliferação de células que sofreram alteração por conta da doença. O pterocarpano advém da planta Platymiscium floribundum, típica da caatinga, cerrado e mata atlântica. Enquanto o pisosterol é isolado do fungo da espécie Pisolithus tinctorius, comum em várias partes do Brasil.

“Os produtos gerados na transformação química, que são derivados, passamos para a Farmacologia, para que sejam feitos os testes de toxicidade e possamos ter uma comparação dos resultados com o próprio produto original. Sonhamos com um composto natural, de nossa biodiversidade, que possa servir de inspiração como ‘molécula-modelo’ para a indústria nacional.”, diz Cláudia do Ó Pessoa, pesquisadora do Laboratório de Oncologia Experimental da Universidade Federal do Ceará.

Know more: https://projetocolabora.com.br/ods4/biodiversidade-brasileira-para-tratamento-anticancer/

 

 

Share:

Sign up for our newsletter

Enter your email and receive our content. We respect the privacy of your information by not sharing it with anyone.

Related news

Check out the most current and relevant news to stay on top of what is being debated on the Sustainable Development agenda.

Related publications

Want to go deeper into this subject? Check here other publications related to this same theme.

related events

Check out our upcoming events related to this topic and join us to discuss and share best practices.