Plataforma monitora metas do setor privado para a biodiversidade

CEBDS reúne informações de 13 grandes empresas que definiram metas até 2030 e inseriram a conservação da biodiversidade em suas estratégias de negócios

Rio de Janeiro, 22 de maio de 2020 – O Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) lança hoje uma plataforma online que reúne e monitora ações e metas do setor privado para questões relacionadas ao tema, além de estudos de caso, metodologias e melhores práticas. A plataforma faz parte da Iniciativa Brasileira de Negócios e Biodiversidade, com a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Instituto Life. “A biodiversidade é considerada hoje um ativo extremamente estratégico, inclusive do ponto de vista financeiro, para a sustentabilidade dos negócios”, afirma Marina Grossi, presidente do CEBDS, lembrando que hoje é o Dia Mundial da Biodiversidade.

Neste primeiro momento, a plataforma reúne informações de 13 grandes empresas (Anglo American, Bayer, Boticário, BRK Ambiental, Eletrobras, Equinor, Furnas, Natura, Philip Morris, Shell, Suzano, Vale e Votorantim Cimentos), que aderiram ao Compromisso Empresarial Brasileiro para a Biodiversidade, definindo metas até 2030 e inseriram a conservação da biodiversidade em suas estratégias de negócios.

“A adesão ao Compromisso e a definição de metas representam um passo fundamental, mas não é suficiente. Esse processo somente terá valor na medida em que as empresas passarem a mostrar o que elas já fazem para a conservação da biodiversidade e qual o planejamento delas para a próxima década”, explica Henrique Luz, coordenador da Câmara Temática de Biodiversidade do CEBDS. Por meio da plataforma, será possível acompanhar e dar visibilidade ao processo de cumprimento das metas definidas por essas empresas dentro do compromisso, seja com informações relacionadas à mensuração do impacto das suas atividades ou sobre a dependência delas em relação aos serviços ambientais.

Essa iniciativa junta-se a um movimento global de cerca de 400 empresas com visão de futuro que entendem que a prosperidade econômica global depende de um mundo natural saudável e já está assumindo compromissos e agindo na conservação e recuperação da biodiversidade. A Business for Nature está ampliando esse movimento, demonstrando a amplitude e a profundidade da ambição e ação dos negócios existentes. Líderes mundiais têm uma oportunidade única em 2020 de estabelecer um acordo internacional para reverter a perda de biodiversidade, como o Acordo de Paris de 2015 foi para as mudanças climáticas. O objetivo é levar uma voz do setor privado às negociações, incentivando os governos a adotar um novo acordo mais ambicioso para o marco global, pós-2020, que será firmado na COP da Biodiversidade, no início de 2021, na China.

“Business for Nature é uma coalizão global que reúne organizações influentes e empresas com visão de futuro. Juntos, demonstramos as ações e ampliamos a poderosa voz dos negócios chamando os governos a reverter as perdas da natureza. Cerca de 400 empresas da comunidade Business for Nature já assumiram esse compromisso. Ao fazer isso, elas estão respondendo aos riscos reais e significativos que representam para economias, comunidades e meios de subsistência. Mas precisamos que as empresas dimensionem e acelerem urgentemente os esforços e exijam políticas ambiciosas para enfrentar as emergências interconectadas da natureza, clima e pessoas, de forma conjunta. Devemos sair dessa crise com comunidades mais resilientes e um planeta mais saudável”, disse Eva Zabey, diretora executiva da Business for Nature.

O valor da floresta em pé

“O mais interessante neste contexto é que as empresas percebem que não se trata apenas da importância da preservação, mitigação e compensação ambientais para a conter as mudanças climáticas. Há um elevado potencial econômico já dimensionado da floresta em pé”, reforça a presidente do CEBDS. 

Estudo recente – publicado ano passado pela revista Perspectives in Ecology and Conservation e endossado por mais de 407 cientistas brasileiros, de 79 instituições de pesquisa – apontou que os 270 milhões de hectares de vegetação nativa preservados em propriedades rurais – entre áreas desprotegidas e de Reserva Legal – rendem ao Brasil R$ 6 trilhões ao ano em serviços ecossistêmicos, como polinização, controle de pragas, segurança hídrica, produção de chuvas e qualidade do solo. Os serviços oferecidos pelos sistemas naturais têm impacto na segurança alimentar, energética e hídrica; na produtividade da cadeia agrícola e servem de estoque e sumidouro para o carbono. 

O Brasil detém 20% da biodiversidade global, a maior do planeta. “Aliar este enorme ativo com a tecnologia, agregando valor à economia, é o que pode colocar o Brasil numa posição de destaque na nova economia”, ressalta Marina, destacando o potencial da floresta amazônica. Relatório da Plataforma Brasileira de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos sobre restauração de paisagens aponta que um hectare de floresta em pé na Amazônia, por exemplo, gera em média R$ 3,5 mil por ano e no cerrado em torno de R$ 2,3 mil por ano. Em sistemas agroflorestais esse rendimento pode chegar a mais de R$ 12 mil anuais. Já o mesmo hectare desmatado para a pecuária daria um lucro de R$ 60 a R$ 100 por ano. Se usado para soja, o valor seria de R$ 500 a R$ 1 mil por ano.

ABOUT CEBDS

The Brazilian Business Council for Sustainable Development (CEBDS) is a non-profit civil association that promotes sustainable development through articulation with governments and civil society, in addition to disseminating the most current concepts and practices on the subject. Founded in 1997, it brings together around 60 of the largest business groups in the country, responsible for more than 1 million direct jobs. It represents in Brazil the network of the World Business Council for Sustainable Development (WBCSD), which has almost 60 national and regional councils in 36 countries and 22 industrial sectors, in addition to 200 business groups that operate in all continents. More information: https://cebds.org/.

PRESS CONTACTS

CEBDS

eduardonunes@altercomunicacao.com.br | +55 21 99864.4245 

Eduardo Nunes

debora@altercomunicacao.com.br | +55 21 98751-4902

Débora Rolando

Share:

Sign up for our newsletter

Enter your email and receive our content. We respect the privacy of your information by not sharing it with anyone.

Related news

Check out the most current and relevant news to stay on top of what is being debated on the Sustainable Development agenda.

Related publications

Want to go deeper into this subject? Check here other publications related to this same theme.

related events

Check out our upcoming events related to this topic and join us to discuss and share best practices.